quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Atualização: Número de óbitos causados pela gripe suína no Brasil até 12/09/09

O Ministério da Saúde liberou em Nota para a Imprensa, uma atualização para os números da Nova Gripe (H1N1). Os dados agora são atualizados quinzenalmente, e não mais semanalmente.

E abaixo, uma tabela com o número de mortos por estado:

No site do Ministério da Saúde, de onde tiramos as informações atualizadas da gripe suína, como número de mortos, e taxa de mortalidade, eles colocam duas "observações importantes":

• "O acréscimo no número de óbitos em relação ao último boletim (divulgado em 2 de setembro) NÃO SE REFERE A CASOS NOVOS DE PESSOAS QUE MORRERAM NO PERÍODO ANALISADO, mas aos casos que tiveram confirmação laboratorial entre 30 de agosto e 12 de setembro (SE 35 e 36)."

• "Reitera-se que, de acordo com o protocolo, o cálculo da taxa de letalidade em relação ao total de casos de influenza não é mais utilizado como parâmetro para monitorar o comportamento da doença, uma vez que os casos leves não são mais notificados, exceto em surtos. Esta conduta tem sido preconizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) desde julho e seguida pela maioria dos países, com priorização para o monitoramento de casos graves por influenza."

Por quê eles não mostram quando as pessoas morreram? Assim teríamos uma análise mais precisa da situação. A informação certamente está lá, por quê não divulgá-la?
E quanto a mostrar a taxa de mortalidade de acordo com o número de habitantes, isso é muito incompleto. Eu gostaria de saber quanto por cento da população teve H1N1, e destes, quantos morreram. Quantos morreram da população total fica uma informação muito pobre. Como é a informação oficial de que dispomos, assim ela está apresentada aqui.

Fonte: Ministério da Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário