sexta-feira, 30 de julho de 2010

Será que o uso de redutor gástrico será expandido também para adolescentes obesos?

O órgão americano responsável por administrar medicamentos e alimentos (FDA) vem considerando a possibilidade de ampliar as cirurgias de estômago com o uso de um redutor para adolescentes de 14 a 17 anos. Atualmente, o procedimento é aconselhado para redução de peso entre adultos obesos que tenham a partir de 18 anos. Porém, recentemente, um estudo feito mostrou que a operação gástrica, com o chamado “Lap-Band”, obteve também sucesso em adolescentes que sofrem com a obesidade.

Recentemente, o risco de morte de um adulto em uma cirurgia de redução de peso, caiu 1%. Porém, nos adolescentes é difícil estimar, uma vez que, os estudos nestes ainda são raros e difíceis de comparar.
Ainda neste ano, uma clínica de testes publicou no “Journal of America Medical Association” que a cirurgia de estômago traz resultados mais eficazes em pacientes entre 14-17 anos do que seguir apenas dietas e exercícios. Por outro lado, pesquisadores de uma universidade do México, de Bristol e do Instituto Nacional de Saúde, defenderam que essa cirurgia só deve ser feita com o máximo de cuidado e apenas em pessoas realmente obesas que já tenham tentado outros tipos de alternativas para emagrecer.

Como um adolescente de 14 anos possui um histórico muito pequeno de tentativas através de dietas, exercícios e adequação de hábitos saudáveis, pais e médicos devem ser cuidadosos e analisar cautelosamente, os pros e os contras quando optarem solucionar a obesidade de seus filhos através de um mecanismo tão radical e delicado.

Se você estiver considerando fazer uma cirurgia bariátrica, consulte um especialista e veja quais são os riscos, vantagens e as opções mais adequadas pra você.

2 comentários:

  1. Adolescentes deveriam ter uma vida saudável. Não concordo com essa cirurgia numa idade tão nova.

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Você pode ajudar o Brasil a continuar livre da poliomielite! Ajude a divulgar informações aos papais e mamães, para que eles não se esqueçam de levar seus filhos menores de cinco anos para tomar a segunda dose contra a paralisia infantil, no próximo dia 14. Essa simples atitude faz com que as crianças do nosso país estejam protegidas de uma grave doença.

    Caso tenha interesse em ajudar a divulgar a Campanha Nacional de Vacinação Infantil, e para obter mais informações ou materiais da campanha - como o filme e banners -, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br

    Obrigado por sua colaboração!
    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir