sexta-feira, 25 de junho de 2010

26 de junho - Dia Internacional de Combate às Drogas

Há 23 anos, a Organização das Nações Unidas (ONU) determinou 26 de junho como o Dia Internacional de Combate às Drogas. Essa campanha se torna indispensável, pois sabe-se que existem diversas formas de evitar e combater os prejuízos causados pelo consumo de drogas. Uma delas é através da conscientização.

A campanha normalmente traz palestras referentes à temática de dependência química, exposição de trabalhos, apresentação teatral, além de depoimentos de ex-dependentes químicos.

Atualmente, quase de 5% da população entre 15 e 64 anos usam drogas ilícitas pelo menos uma vez por ano. Cerca de metade dos usuários usa drogas regularmente; isto é, pelo menos uma vez por mês.

Segundo relatório do governo federal sobre o consumo de drogas, álcool e tabaco, 49% dos universitários brasileiros já experimentou algum tipo de droga ilícita.

É preciso compreender que as drogas são ilegais porque são um problema, e não, são um problema por serem ilegais. Os efeitos nocivos do consumo de drogas não afetam apenas os indivíduos que as consomem, mas também as pessoas que convivem com eles. As drogas não respeitam limites de classe social, raça ou ocupação, nem limites geográficos. Consumir ou não drogas é uma questão de opção.

É muito importante que essa campanha seja apoiada para que consiga fornecer às pessoas as informações de que necessitam para dizer não às drogas.

Não abra mão de cuidar da saúde. Encontre no HELP SAÚDE um profissional que possa lhe ajudar a combater este vício.

Vamos controlar o diabetes. Agora!

O Dia Nacional do Diabetes é comemorado, no dia 26 de junho, em parceria do Ministério da Saúde com a Organização Mundial da Saúde (OMS), devido ao aumento do interesse em torno do diabetes no mundo.

A campanha é desenvolvida para dar informações e conscientizar as pessoas sobre a doença. Conhecer os riscos e sinais de alerta do diabetes, saber o que fazer e a quem consultar e, principalmente, ensinar a controlar a doença. O slogan deste ano é "Vamos controlar o diabetes. Agora".

É importante saber que há dois tipos principais de diabetes:
  • Diabetes tipo 1 - É uma doença auto-imune que resulta em destruição permanente das células beta do pâncreas, as quais produzem insulina. A diabetes tipo 1 é letal a menos que seja tratada com injeções de insulina, que substituem o hormônio deficiente.
  • Diabetes tipo 2 - distúrbio metabólico caracterizado por qualquer tipo de resistência à insulina. Esta patologia está aumentando rapidamente no mundo desenvolvido, e existem evidências de que este padrão será seguido no resto do mundo nos próximos anos.
Atualmente, uma média 250 milhões de pessoas vivem com diabetes e estima-se que outras 300 milhões têm o risco de desenvolvê-la.

Em muitos casos, o diabetes que deriva de um componente hereditário pode ser prevenido. A informação que a campanha fornece, informa estas pessoas da importância de manterem um peso saudável e da realização freqüente de exercícios.

O diabetes impõe demandas que duram a vida inteira do paciente. Como estes pacientes são responsáveis por 95% do seu próprio cuidado, é de extrema importância que recebam educação contínua e de alta qualidade sobre a sua condição.

Se você sofre de Diabetes ou é próximo de algum paciente, visite um endocrinologista e mantenha a sua saúde em ordem.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

21 de Junho: Início do Inverno e Dia Nacional de Controle da Asma

As doenças respiratórias são mais intensas no outono e no inverno. Sabendo disso, foi estipulado o dia 21 de Junho como o dia Nacional de Controle da Asma. Essa data é de extrema importância para colocar a doença em evidência e informar a população sobre seu o tratamento.

A asma é hoje uma das doenças mais prevalentes no mundo. É uma doença pulmonar caracterizada pela inflamação crônica das vias aéreas, que se estreitam e causam dificuldade respiratória.

As pessoas confundem bronquite ou uma simples gripe com a asma. A população precisa saber o que é e como deve tratar a asma. Ela não tem cura, mas tem tratamento.

Dificuldade de respirar, tosse, dor ou ardência no peito, expectoração freqüente e o famoso chiado, são alguns dos sintomas que caracterizam a asma.

O tratamento da Asma deve ser feito permanentemente de forma profilática e não só nos momentos de crises. Classificada como leve, moderada ou grave, a asma não escolhe idade e embora se manifeste principalmente na fase infantil, poderá acometer pacientes de todas as faixas etárias.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde a doença já atinge mais de 150 milhões de pessoas no mundo e 10% da população brasileira. Além disso, a asma é a terceira causa de hospitalização pelo SUS, provocando, 376 mil internações ao ano.

Os dados são alarmantes e nos colocam como 8º país no mundo em prevalência de asma. A questão se torna ainda mais grave pois sabe-se que é possível e alcançável o controle total da asma através de medida simples de limpeza e cuidados básicos de higiene.

O diagnóstico da asma depende de consulta médica, preferencialmente com o médico pneumologista, que trata dos males relacionados ao sistema respiratório. Exames laboratoriais podem ser necessários para descartar outras doenças com sintomas semelhantes.

Encontre um especialista no Help Saúde e cuide bem da sua saúde.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Doe sangue e faça alguém nascer de novo

Hoje, dia 14 de junho, comemora-se desde 2005 no Brasil, o Dia Mundial do Doador de Sangue. Esta data serve como mote para que se realizem grandes campanhas, coordenadas pelo Ministério da Saúde. A data visa homenagear e estimular os doadores de sangue.

Este ano o lema é "Doe sangue, faça alguém nascer de novo". Até o dia 30, a campanha vai divulgar nas mídias convencionais depoimentos de pessoas que tiveram a vida salva por causa da transfusão de sangue.

É importante que toda a população se conscientize da importância do Dia Mundial do Doador de Sangue. Esta data é uma possibilidade para enfatizar ainda mais por que é essencial que a doação seja altruísta e que haja doadores regulares para garantir a provisão de sangue seguro para todos os pacientes que precisem de transfusões.

Por ano, 3,5 milhões de bolsas de sangue são coletadas no Brasil. Para aumentar este número, o ministério informa ainda que está realizando uma consulta pública sobre uma proposta para mudar as idades mínima e máxima para doação de sangue.

Atualmente, a faixa etária para a doação está entre 18 e 65 anos. A mudança seria para abranger pessoas que têm entre 16 e 68 anos, acima de 50kg. Para doar sangue, deve-se procurar um hemocentro, e ao contrário do que muitos pensam: não dói nada e só leva alguns minutinhos.

Faça a sua parte: Doe sangue, salve vidas.

Encontre no Help Saúde um hemocentro perto de você ou consulte um clínico geral para avaliar se você pode colaborar com esta campanha.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Primeira etapa da vacinação contra a Poliomielite

Começa neste sábado, dia 12/06, a primeira etapa da campanha de vacinação contra a Poliomielite, em todo o país.

Aproveitando o clima da Copa do Mundo, o tema deste ano será “Vacinou, é gol”.

Nesta primeira fase, Serão distribuídas cerca de 24 milhões de doses da vacina contra a paralisia infantil, a meta é vacinar 14,6 milhões de crianças. A vacina é dada em gotinhas, e protege as crianças menores de cinco anos da famosa “paralisia infantil”.

A poliomielite, ou “paralisia infantil”, é uma infecção viral aguda, causada por um poliovírus. Sua porta de entrada é a boca, percorrendo o corpo através do sistema sanguíneo, é caracterizada por febre, mal-estar, cefaléia e, como o nome popular já diz, pode causar paralisia.

Além da vacina contra a poliomielite, as crianças que forem aos postos de saúde poderão colocar em dia sua caderneta de vacinação. Estarão disponíveis vacinas como a Tetravalente (contra difteria, tétano, coqueluche e hemófilo B), Tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola) e contra hepatite.

Atualmente, a poliomielite é considerada uma doença erradicada no Brasil. O último caso registrado ocorreu em 1989, porém, o vírus da pólio ainda circula em países da África e da Ásia, o que representa uma ameaça à população mundial.

Para manter esse resultado em nosso país, é fundamental que a campanha tenha sucesso, e que as mães não deixem de vacinar seus filhos, vencendo a poliomielite de goleada. Lembrando , também, que a segunda etapa da campanha ocorrerá em 14 de agosto.

Para maiores informações sobre Poliomielite encontre no HELP SAÚDE um pediatra perto de você.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

9 de Junho - Dia da Imunização

Hoje, dia 09 de Junho, comemora-se o dia da Imunização. É de fundamental importância a conscientização das pessoas quanto à necessidade de se prevenir. Em definição, imunizar é tornar o organismo resistente e capaz de reagir à presença de certos agentes (doenças, venenos de animais e outros).

Nós temos dois tipos de imunidade: a natural, desenvolvida pelo próprio organismo e que protege as pessoas contra infecções e doenças, e a imunidade adquirida, aquela que o organismo desenvolve após receber vacinas e soros, conhecida também como imunização passiva.

A maioria das pessoas já recebeu algumas doses de vacinas durante a vida. Desde crianças estamos acostumados com o ritual das gotinhas e agulhas. Agradável ou não, o fato é que são necessárias e são elas que promovem a imunização.

A vacina foi criada em 1876, por Edward Jenner, e sua primeira implementação em escala planetária se deu com a da varíola, em 1956, com o patrocínio da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A vacina é uma substância não reagente, feita do vírus da doença (geralmente morto), que é injetado no corpo humano ou de animais. O corpo fabrica substâncias para combatê-lo. Assim quando o organismo estiver suscetível ao contágio da doença, ele já terá criado anticorpos para defendê-lo.

O impacto da imunização da população mundial é inquestionável. A vacinação foi uma das intervenções vem tendo o maior efeito na redução da mortalidade e no crescimento populacional em todo o mundo.

Muitas situações evitáveis por vacinação são ainda freqüentes no mundo em desenvolvimento, e como as doenças infecciosas não respeitam barreiras geográficas, uma doença descontrolada em qualquer parte do mundo representa um risco para os outros países.

Os médicos assim como os enfermeiros colaboram na divulgação de programas, na motivação das famílias e, de um modo geral, aproveitam todas as oportunidades para instruir as pessoas a se vacinarem.

Não deixe de conversar seu médico ou enfermeiro, e mantenha sua carteira de vacinação sempre atualizada.

Encontre no HELP SAÚDE uma Clínica de Vacinação perto de você.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

6 de Junho - Dia Nacional do Teste do Pezinho

A triagem neonatal chegou ao país em 1976 e em 2008 ganhou do governo brasileiro uma data oficial. Domingo, dia 6 de junho, comemora-se o Dia Nacional do Teste do Pezinho, como é popularmente conhecida. Essa iniciativa busca instituir uma data comemorativa para lembrar e alertar as mães da necessidade de fazer o exame.

O famoso teste do pezinho é um procedimento importantíssimo para todos os recém-nascidos. Realizado na primeira semana de vida, serve para detectar precocemente várias doenças que poderão interferir na vida do bebê e afetar seu desenvolvimento.

Para os pediatras, o teste pode ajudar a salvar vidas. Ao identificarem uma doença antes que manifeste seus primeiros sinais permite o tratamento nas primeiras semanas de vida do bebê, possibilitando que ele cresça saudável, sem comprometimento do seu desenvolvimento físico, biológico, neurológico, psicológico e intelectual.

O teste do pezinho é um exame muito rápido e consiste da coleta de gotas de sangue a partir de um único furinho quase indolor no calcanhar do bebê (daí o nome do teste). Essas gotas são colhidas em papel filtro e levadas para análise em laboratório. Para os pais que quiserem, há ainda um exame mais completo, chamado de ampliado, em que podem ser detectadas outras doenças. Esse procedimento é pago e o valor varia conforme o local em que é realizado.

O teste do pezinho é obrigatório e gratuito. O Estatuto da Criança e do Adolescente impõe que todos os hospitais e serviços de saúde realizem gratuitamente o exame considerado básico em até uma semana depois do nascimento da criança. Além disso, os estados também asseguram esse direito em sua legislação.

É fundamental que as pessoas tenham conhecimento sobre a importância do teste e que se não fizerem o exame em seus filhos, poderão ser responsáveis por futuras seqüelas. Tamanha é a importância deste teste que foi criado pelo Ministério da Saúde o Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN), que engloba desde o diagnóstico precoce até o acompanhamento e o tratamento de algumas doenças congênitas causadoras de deficiências.

Não deixe de proteger quem você ama. Encontre no Help Saúde um pediatra que possa lhe ajudar.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Dia Mundial do Meio Ambiente - Muitas Espécies. Um Planeta. Um Futuro.

No dia 5 de Junho comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente, que visa ser a maior celebração global para ações ambientais positivas, e é coordenado pelo Programa das Nações Unidas para o meio ambiente. Esta campanha busca chamar a atenção e ação política de povos e países para aumentar a conscientização e a preservação ambiental. O tema deste ano é "Muitas Espécies. Um Planeta. Um Futuro." - Uma mensagem sobre a importância central para a humanidade da riqueza de espécies e ecossistemas do globo.

A partir de 1974, o Brasil iniciou um trabalho de preservação ambiental, através da secretaria especial do meio ambiente, para levar à população informações acerca das responsabilidades de cada um diante da natureza. Em outras palavras, procura mostrar o lado humano das questões ambientais; fazer as pessoas se tornarem agentes ativos do desenvolvimento sustentável e a entenderem que é fundamental mudar atitudes em relação ao uso dos recursos e das questões ambientais. Além disso, a campanha é, também, importante para formar parcerias que garantam que as nações e povos possam desfrutar de um futuro mais seguro e saudável.

Celebrado de várias maneiras - paradas e concertos, competições ciclísticas ou até mesmo lançamentos de campanhas de limpeza nas cidades-, esse dia é aproveitado em todo o mundo para chamar a atenção política para os problemas e para a necessidade urgente de ações.

Em face da vida moderna, os prejuízos estão cada vez maiores. Uma enorme quantidade de lixos é descartada todos os dias, como sacos, copos e garrafas de plástico, latas de alumínio, vidros em geral, papéis e papelões, pequenas atitudes que causam uma grande destruição da natureza e a morte de várias espécies animais.

É importante que a população seja conscientizada dos males causados pela poluição do meio ambiente, assim como de políticas que revertam tal situação. As pessoas devem perceber que não é difícil preservar o meio ambiente cumprindo com o seu papel de cidadão.

O Brasil, identificado como um dos nove países-chave para a sustentabilidade do planeta, já é considerado uma superpotência ambiental. E Se cada um fizer a sua parte o mundo, aos poucos, será transformado: as gerações futuras viverão sem riscos, enquanto a geração atual terá uma qualidade de vida invejável.