quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Como manter a saúde na terceira idade?

No dia 01 de outubro comemora-se o Dia Internacional da Terceira Idade. Esta data foi proclamada pelas Nações Unidas como forma de chamar a atenção do mundo para a situação financeira, social e afetiva em que se vive nessa faixa etária.

Até pouco tempo, o Brasil era uma nação de jovens. Agora, caminhamos para nos tornarmos o sexto país do mundo em número de idosos. Atualmente, a população de idosos acima de 60 anos ultrapassa 21,7 milhões, o equivalente a mais e 11% da população.

Para um estilo de vida saudável, que garanta longevidade com qualidade e disposição, é necessário fazer atividades físicas regularmente, ter uma alimentação adequada, manter o peso ideal, evitar o consumo de álcool, não fumar e realizar acompanhamento médico periódico.

A saúde na terceira idade depende de cuidados desde cedo, pois a qualidade de vida depois dos 60 é determinada pelas atividades que a pessoa desenvolveu, de como se alimentou e se comportou. Entre as doenças mais comuns em nesta etapa da vida encontram-se: doenças cardiovasculares, derrames, câncer, pneumonia, infecção urinária, diabetes e a osteoporose.

Para manter a saúde em ordem é recomendado visitarmos um médico pelo menos uma vez por ano para a realização de exames, identificação e prevenção de possíveis males.
Encontre agora mesmo um especialista perto de você e faça seu check up anual.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Seja um doador de órgãos e tecidos - Salve Vidas

Hoje, dia 27 de setembro, é o Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos. Segundo a ABTO - Associação Brasileira de Transplante de Órgãos, o Brasil é o segundo país do mundo em número de transplantes realizados por ano. Mas é preciso continuar conscientizando a população sobre o assunto para cada vez aumentar mais o número de vidas salvas.

O Brasil possui hoje um dos maiores programas público de transplantes de órgãos e tecidos do mundo. Com 548 estabelecimentos de saúde e 1.376 equipes médicas autorizados a realizar transplantes. O Sistema Nacional de Transplantes está presente em 25 estados do país, por meio das Centrais Estaduais de Transplantes.

O transplante é um procedimento médico com enormes perspectivas para pessoas com insuficiências orgânicas terminais ou crônicas. Em geral os doadores são pacientes com morte encefálica. A morte cerebral indica que, em poucas horas, o coração vai parar de bater, e caso a família do paciente autorize, a retirada dos órgãos é feita enquanto ainda há circulação sangüínea.

Outra maneira de doação é com indivíduo vivo, ou seja, pessoa que possa doar um órgão ou tecido sem comprometimento da saúde e que tenha sido avaliada por um médico. Pessoas de todas as idades podem ser consideradas potenciais doadoras, sendo que a sua condição médica no momento da morte determinará quais órgãos e tecidos poderão ser doados. Os órgãos são removidos cirurgicamente em uma operação de rotina, sem deformação alguma do corpo.

Os órgãos são doados para indivíduos que estejam na lista de espera, de acordo com a gravidade da doença, tempo de espera, tipo de sangue e outras informações médicas.

Precisa de mais informações sobre este assunto? Encontre no Help Saúde um médico perto de você.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Pessoas com Deficiência: luta por inclusão social

Comemora-se no dia 21 de Setembro o dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência. Esta data é comemorada e lembrada todos os anos em todos os estados, servindo como um momento para refletir e buscar novos caminhos e como forma de divulgar as lutas por inclusão social.

Segundo o IBGE, estima-se que no Brasil existam cerca de 27,5 milhões de pessoas com deficiências, isto é, uma proporção assustadora de que uma em cada dez pessoas possui algum tipo de deficiência.

A intenção é mudar o entendimento social acerca da reabilitação e habilitação, tendo em vista à inclusão da pessoa com deficiência derrubando barreiras que impedem a efetiva participação social.

Algumas das maiores dificuldades para estabelecer uma Política Pública atualmente para os Deficientes estão na cultura do preconceito, do falso moralismo, da discriminação ou até mesmo da ignorância “pura e simples”.

A presente política do Ministério da Saúde, voltada para a inclusão das pessoas com deficiência, em toda a rede de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS), caracteriza-se por reconhecer a necessidade de implementar o processo de respostas às questões que envolvem a atenção à saúde das pessoas com deficiência no Brasil.

Uma pessoa com deficiência merece e deve ter os mesmos direitos que qualquer cidadão. Encontre no HELP SAÚDE profissionais que possam ajudá-los a terem uma vida melhor.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Dia Internacional para a preservação da Camada de Ozônio


O Dia Mundial para a Prevenção e Conservação da Camada de Ozônio foi estabelecido pelas
Nações Unidas em 1995 para sensibilizar a opinião pública sobre o problema que representa para todos nós.

A camada de ozônio é uma parte da atmosfera, que fica entre 15 e 35 quilômetros acima do solo, onde concentra-se 90% deste elemento, que é constantemente formado e destruído.

Atualmente, os produtos mais nocivos são o gás CFC, e outros gases refrigerantes utilizados em spray e aerossol.A destruição da camada de ozônio que acontece sobre o Ártico depende muito das condições do clima, o que fez com que a Organização Mundial da Meteorologia (OMM) afirmasse hoje que o tamanho do buraco que existe sobre o hemisfério norte variará cada vez mais.

Uma das conseqüências mais prejudiciais para os seres vivos da diminuição desta proteção natural é que as pessoas ficam mais vulneráveis aos raios ultravioletas emitidos pelo sol, que causa danos à pele e aos olhos (queimadura, câncer e catarata) e enfraquece o sistema imunológico.

Acredita-se que já há hoje em dia uma redução dos efeitos e que passou a acontecer depois que o mundo se conscientizou da importância de preservar a estabilidade da atmosfera. Porém, apesar do buraco da camada ter parado de crescer, ainda está se recuperando.

Se cada um fizer a sua parte, estima-se que a camada de ozônio se recuperará daqui a 49 anos, segundo nota divulgada pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), apoiado em informações da Organização Meteorológica Mundial (OMM).

Em suma, é hora de refletir e estabelecer medidas no nosso dia a dia para a proteção da camada de ozônio, que protege o planeta das radiações solares excessivas e nos permite viver melhor.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

ANVISA e ANS lançam banco de dados inédito que permite comparar preços de produtos para a saúde

Informações e preços sobre cerca de 300 produtos da área de cardiologia já estão disponíveis para consulta por gestores, profissionais de saúde e outros interessados. A Anvisa lançou, nesta terça-feira (14), em parceria com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), um banco de dados inédito com os preços dos produtos para a saúde comercializados no país.

O objetivo da ferramenta é diminuir a assimetria de informações disponíveis nessa área. Além de dados de registro, será possível saber preços praticados no Brasil, no local de fabricação do produto e em mais dez países: Alemanha, Austrália, Canadá, Espanha, EUA, França, Itália, Japão , Portugal, e Reino Unido.

Cateteres, marcapassos e válvulas cardíacas são alguns dos produtos disponibilizados nessa primeira etapa do projeto. O intuito é que o banco seja atualizado constantemente e abranja outras seis áreas de produtos: ortopedia, análises clínicas, terapia renal substitutiva, oftalmologia, otorrinolaringologia e hemoterapia. Na próxima fase da ferramenta, prevista para entrar em funcionamento em 40 dias, também será possível comparar preços de produtos com similaridade de uso.

Segundo o diretor presidente da Anvisa, Dirceu Raposo de Mello, essa é a primeira demonstração pública das informações de que a Agência dispõe. “Dar transparência a esse trabalho permite que os usuários possam questionar os critérios de preço adotados pelas empresas”, afirmou. “Esperamos que o projeto tenha uma repercussão ainda maior para a sociedade com a participação da ANS”, ressaltou.

A ANS irá repassar as informações do banco para as operadoras de planos de saúde, evitando assim aquisições com preços superiores aos praticados no mercado. Para o diretor-presidente da ANS, Maurício Ceschin, o acesso à informação é crucial para subsidiar a tomada de decisão na área da saúde. “Essa é uma parceria entre duas agências reguladoras em prol do cidadão”, completou.

Metodologia

As informações do banco de dados foram coletadas a partir de diversas fontes: dados da Anvisa (RDC 185/2006), de revistas especializadas, pesquisa da empresa especializada em auditoria médica, dados provenientes de duas operadoras de saúde e pesquisa de mercado realizada nos Estados Unidos e Japão.

Desde 2006, com a publicação da RDC 185, os fabricantes de produtos para a saúde devem enviar à Anvisa informações econômicas, como preços praticados no Brasil e em mais dez países. As empresas que descumprem a determinação podem ter seus produtos suspensos.


Fonte: Anvisa

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

10 de Setembro - Prevenção ao Suicídio

10 de Setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, uma iniciativa da Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio, em parceria com a Organização Mundial de Saúde (OMS), que visa estabelecer e reforçar o compromisso mundial e as medidas para evitar o suicídio.

A Organização Mundial de Saúde revelou que aproximadamente três mil pessoas se matam por dia, e esse número cresceu 60% nos últimos 50 anos- especialmente nos países em desenvolvimento. Os números são bem alarmantes, e atualmente, o suicídio já é uma das principais causas de morte entre os jovens e adultos de 15 a 34 anos.

Pesquisas mostram ainda que a cada 40 segundos ocorre um suicídio. Um total de 9,5% da população urbana brasileira já teve pensamentos suicidas e 3,1% tentou tirar a própria vida, o que é muito preocupante.

Para a OMS, o suicídio é causado por problemas psicossociais, culturais e ambientais que acabam em mortes prematuras e podem ser prevenidos através de ações internacionais, locais e nacionais.

É preciso levar em conta que as situações como estas têm sérias conseqüências emocionais também para as pessoas mais próximas, família e amigos. O impacto emocional causado pela perda devida ao suicídio pode durar muitos anos, em termos individuais, e pode ter, nas famílias, conseqüências que se estendam por várias gerações.

Com um cenário tão preocupante e com números tão significativos é importante que cada um de nós tenha consciência e faça a sua parte. É fundamental conversar com todos que buscam apoio, sem direcionar caminhos para os problemas vivenciados, mas sendo alguém com quem compartilhar as situações diversas.

É válido também buscar profissionais que ajudem a refletir e a buscar os próprios caminhos e escolhas. Você pode encontrar no Help Saúde um psicólogo ou psiquiatra para orientá-lo sempre que for preciso.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

1º de setembro: Dia do Profissional de Educação Física

No dia 1º de Setembro comemora-se o dia do profissional de Educação Física. Esta profissão nunca esteve tanto em evidência no Brasil e a cada dia, vem obtendo o devido reconhecimento da população e da mídia, que vão se conscientizando mais de sua importância.

As atividades esportivas fazem muito bem para o homem, pois através delas é possível obter equilíbrio físico e emocional, Sempre buscando ajudar as pessoas a liberarem suas tensões e melhorarem sua qualidade de vida.

A prática de atividades físicas regular deve ser norteada nos princípios do treinamento e na particularidade de cada indivíduo e atividade. Antes de se iniciar qualquer atividade que gere esforço deve-se consultar um profissional da área para fazer uma orientação e avaliação, de acordo com as capacidades de cada um.

Encontre no Help Saúde um profissional de Educação Física e dê a devida atenção a sua saúde.

Se você é profissional de educação física, atualize a sua página no Help Saúde e garanta o seu espaço na web.