sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Risco de Epidemias e Doenças em Regiões afetadas pela Enchente

Uma semana depois que as fortes chuvas deixaram um rastro de destruição e morte na serra fluminense, os moradores de Teresópolis se mostram preocupados com o risco de epidemias e doenças contagiosas no local, como tétano e leptospirose. No entanto, enquanto algumas pessoas já adotam medidas em relação ao problema, outras tomam menos precauções contra a situação. Alguns moradores não estão tomando providencias básicas como se vacinar contra tétano ou usar galochas para andar nas ruas que estão cobertas de lama.

A expectativa das autoridades de saúde em Teresópolis é de que surjam surtos de eventos originados na água, como diarréias, hepatite A, leptospirose e verminoses.

Além disto, o contato com o solo contaminado pode levar à intoxicação por produtos químicos das plantações. Já as doenças respiratórias podem ser causadas pela alta umidade, pelos mofos, fungos e pelas aglomerações de pessoas nos alojamentos.

Nos hospitais, já se verificam infecções e septicemia em pacientes que tiveram feridas expostas a bactérias, assim como outras doenças que atacam a pele e os cabelos, como sarnas e piolhos. Foi montado um serviço específico de tratamento de problemas de pele, no hospital de campanha e no Tiro de Guerra do município.

As enchentes não afetaram somente o Rio de Janeiro, outros estados também foram afetados com as chuvas, como São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O alerta inclui todas estas regiões, os moradores devem se preocupar com o risco de doenças tomando as vacinas recomendadas, evitando contato direto com lama e tendo cuidado para não consumir alimentos e água contaminada.

Para pessoas que sofreram com este drama qualquer cuidado é pouco, caso tenha algum sintoma procure um médico.

Fonte: site G1

Um comentário:

  1. Adorei o site, muito informativo.

    Aproveito e convido também para o novo espaço online HT | Health News ( http://www.trevisi.com.br/blog/ ) . Sua opinião é muito importante para nós.

    Abraço.

    ResponderExcluir