segunda-feira, 25 de abril de 2011

Alimentação pós-Páscoa

Com a fartura de iguarias na Páscoa, é difícil manter o controle. Porém, o que realmente importa é começar a semana com uma alimentação equilibrada e consciente.

Isso não significa deixar de lado todos os alimentos. O jejum pode até ser interessante, mas para isso não é legal manter a rotina do dia-a-dia. Diminuir a ingestão calórica e abusar de frutas e verduras ainda é a melhor pedida.

É claro que quando diminuímos a quantidade de alimentos ingeridos, podemos sentir fome, ou melhor, uma sensação de fome ou vontade de ficar comendo. É exatamente nesta hora que temos de colocar um basta e focar a atenção em outra atividade --que não seja mastigar.

Nesses dias é importante lembrar de incluir muita água no cardápio. Chás de ervas sem açúcar são uma boa alternativa. Preste atenção aos sabores e não fique preso apenas ao sabor doce.

Quando sentir muita fome, faça um lanche. Uma idéia é usar uma fatia de pão integral, uma fatia média de queijo, uma azeitona, alface, tomate e orégano, acompanhado de chá ou suco de limão sem açúcar ou com pouco. Experimente! Não é tão ruim assim.

Outra boa opção de lanche é um iogurte desnatado, uma maçã pequena ou um kiwi e uma castanha do Pará. Nas demais refeições consuma muita salada, temperada com limão, ervas e um fio de azeite.

Carnes magras e peixes devem estar presentes nas principais refeições. Arroz, massas, batatas e feijões podem ser incluídos no cardápio, mas com moderação.

Para finalizar, é preciso rever o conceito de moderação. Quando falo nisso, refiro-me a provar o alimento em quantidade suficiente para tirar a vontade. Caso tenha dificuldade em saber o que é moderação, comece reduzindo aos poucos as quantidades que consome. Por exemplo, se está habituado a comer seis colheres de arroz, passe a consumir quatro. Faça isso em relação a todos os alimentos. Tenho certeza de que sentirá uma grande diferença.


Fonte: Folha Online


Temas relacionados: Nutricionista, Endocrinologista

Artigos sobre chocolate: Uma notícia boa para os chocólatras.


Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário