segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

VOZ: Você está cuidando da sua?

A voz é uma emissão sonora produzida na laringe através do ar que sai dos pulmões. A entonação, articulação, velocidade e intensidade revelam muitas características de uma pessoa.

Mais da metade dos profissionais a utiliza como instrumento de trabalho. Partindo do princípio que se necessita da voz para viver e desempenhar suas funções devemos ter atenção redobrada a possíveis sensações diferentes observadas com o decorrer do tempo.

A alteração vocal quando aparece afeta a vida pessoal, social e, sobretudo o profissional, podendo gerar angústia e ansiedade. Considera-se importante que estes utilizem um treino como forma de aquecimento e depois desaquecimento vocal mantendo assim uma qualidade adequada.

Cuidados que devemos ter:

• Beber água durante o dia todo, em pequenos intervalos e na temperatura ambiente;

• Manter alimentação saudável, evitando derivados de leite e achocolatados antes do uso da voz profissionalmente, porque pode aumentar a secreção no trato vocal;

• Evite também café, cigarro e bebidas gasosas;

• Durante o banho, sempre deixe cair água mais quente sobre os ombros e pescoço exercitando-se com movimentos de rotação para relaxar;

• Procure momentos ao longo do dia para repousar a voz.

Vamos pensar na sua voz: houve alteração na qualidade e intensidade com o decorrer do tempo?

Sente cansaço ao falar? Sensação de garganta seca, dor ou ardência na região da garganta?

Rouquidão a mais de 15 dias?


Evite as alterações laríngeas como: edemas, nódulos, pólipos, entre outras, se houver dúvidas sobre sua efetividade vocal é essencial procurar ajuda especializada, primeiro um médico otorrinolaringologista e um fonoaudiólogo. O tratamento é variado e depende da causa da alteração vocal.

Fonte: Erika de Cássia Gallo. CRFa: SP 12415

Fonoaudióloga cadastrada no Help Saúde.


Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário