sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

A Papel da Fisioterapia no Câncer de Mama

O câncer de mama é provavelmente o mais temido pelas mulheres, devido à sua alta freqüência e sobretudo pelos seus efeitos psicológicos, que afetam a percepção da sexualidade e a própria imagem pessoal. Ele é relativamente raro antes dos 35 anos de idade, mas acima desta faixa etária sua incidência cresce rápida e progressivamente.

No Brasil, o câncer de mama é o que mais causa mortes entre as mulheres. Os sintomas do câncer de mama palpável são o nódulo ou tumor no seio, acompanhado ou não de dor mamária. Podem surgir alterações na pele que recobre a mama, como abaulamentos ou retrações ou um aspecto semelhante a casca de uma laranja. Podem também surgir nódulos palpáveis na axila.


Quanto ao tratamento, na maioria dos casos, é preciso fazer uma cirurgia para remoção do tumor, parte da mama ou a mama inteira, além de um ou mais linfonodos da região axilar. O tamanho e o tipo do tumor definem a técnica cirúrgica adotada,assim como o tratamento complementar,que pode ser radioterapia ou quimioterapia. Em qualquer conduta adotada, além de toda a carga emocional, as pacientes sofrem alterações físicas como dores, edema, limitação de movimentos do braço, alterações posturais, retração de pele e de cicatriz.

O que as pacientes de câncer de mama podem fazer para aliviar o desconforto?

Limitações e desconforto são processos normais após as cirurgias de câncer de mama. Para poder voltar a sua rotina de atividades domésticas, sociais e profissionais no menor tempo possível, é recomendado que pacientes sejam avaliadas e tratadas por um fisioterapeuta especializado.

A intervenção precoce da fisioterapia permite que a recuperação ou reabilitação física da paciente seja rápida e muitas vezes completa. Já nos primeiros dias após a cirurgia a paciente deve ser orientada a realizar pequenos movimentos com os braços, tronco, cabeça e pescoço, além de exercícios respiratórios e relaxamento.

Cuidados profiláticos com a pele e com a cicatriz é outro papel da fisioterapia oncológica. Estes cuidados em conjunto com a auto-massagem, estimulam a circulação linfática que foi alterada com a remoção de linfonodos na região operada.

É importante enfatizar que a fisioterapia promove a diminuição da dor, do desconforto e a recuperação dos movimentos. É também possível prevenir possíveis complicações com a cicatrização, nas aderências da pele, a rigidez tardia da articulação do ombro e também as dificuldades de circulação com seu conseqüente edema crônico, o linfedema.

Este texto foi escrito pela fisioterapeuta Regina Helena Cruz.

Se você é profissional de saúde e gostaria de colaborar com o nosso blog envie um email para atendimento@helpsaude.com

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Vantagens dos Tratamentos com Implantes Dentários

Há mais de 30 anos, o uso de implantes dentários e próteses é uma excelente forma de solucionar a falta de dentes e problemas de mastigação. Implantes são raízes artificiais instaladas por processo cirúrgico, muito simples, rápido e indolor, no osso maxilar para substituir um ou mais dentes perdidos. Este processo envolve duas etapas: a primeira, uma etapa cirúrgica, onde são instalados os implantes que substituirão as raízes naturais dos dentes e a segunda etapa, a etapa protética, onde serão instaladas as próteses dentárias, ou seja, os dentes artificiais que ocuparão o lugar dos dentes naturais ausentes ou deteriorados.










Em geral, leva-se de 3 a 6 meses para que o implante cicatrize, antes da colocação do dente definitivo. Neste período de cicatrização, o paciente utiliza uma prótese provisória fixa ou removível. Uma vez que o implante esteja consolidado ao osso, a união pode ser considerada praticamente permanente. Os implantes podem ser utilizados para fixar coroas em porcelana unitárias, próteses fixas parciais ou de todos os dentes e ainda dentaduras. Com a popularização dos implantes, os tratamentos que antes tinham custo elevado hoje em dia se tornaram muito mais viáveis.

Implante Unitário


Quando existe um dente ausente, a melhor opção para repô-lo é por meio de um implante dentário. O implante apresenta diversas vantagens em relação às demais alternativas de tratamento, entre elas:

• Os dentes vizinhos permanecem intactos

• O dente é preso somente no implante o que possibilita a utilização do fio dental como em um dente natural

• Resultados estéticos e funcionais excelentes

• Rapidez e praticidade no tratamento pois as peças utilizadas são pré-fabricadas

• Não sofre de doenças como cáries e infiltrações

• Em alguns casos é possível instalar um dente provisório logo em seguida da colocação do implante

• A instalação de um implante paralisa o processo de atrofia óssea que ocorre em regiões desdentadas

Sequência de tratamento com implante unitário:
























Implantes Múltiplos


Quando existem vários dentes ausentes, a capacidade de mastigação pode estar muito comprometida, assim como a estética do sorriso. Neste caso, a melhor opção é utilizar vários implantes dentários. A instalação dos implantes deve ocorrer o mais rápido possível para evitar que o processo de atrofia óssea ocorra nas regiões desdentadas.

O implante apresenta diversas vantagens em relação às demais alternativas de tratamento, entre elas:

• Os dentes vizinhos permanecem intactos

• A prótese é fixa sobre os implantes o que propicia resultados estéticos e de mastigação excelentes

• Rapidez e praticidade no tratamento pois as peças utilizadas são pré-fabricadas (6 sessões)

• Não sofre de doenças como cáries e infiltrações

Sequência de tratamento para prótese fixa sobre implante:












O paciente tem a ausência dos últimos dentes da arcada inferior direita. A melhor alternativa é utilizar uma prótese fixa sobre Implantes. Os implantes são instalados em uma única sessão, em um procedimento rápido e simples. A Prótese cerâmica é instalada após o período de cicatrização após 3 a 6 meses. A Nova prótese vai suportar a mesma força de mastigação que seus dentes naturais. Você terá uma solução estável e segura que permitirá a você comer tudo o que quiser.

Arcada Completa

A perda de todos os dentes afeta a qualidade de vida de uma pessoa e muitas vezes a sua auto-estima, pois a estética do sorriso pode estar muito comprometida. A capacidade de mastigação promovida pelas próteses convencionais é normalmente insatisfatória. Neste caso, a melhor opção é utilizar vários implantes dentários que ajudam a fixar a prótese.

A instalação dos implantes deve ocorrer o mais rápido possível para evitar que o processo de atrofia óssea ocorra nas regiões desdentadas. Antes da invenção dos implantes, não havia solução para os casos onde ocorrera perda óssea excessiva, o que impossibilitava a fixação de próteses. Eram os pacientes chamados de "inválidos orais". Atualmente, este panorama mudou pois os implantes permitem que utilizemos próteses fixas de todos os dentes, que permitem a mastigação de todos os tipos de alimentos, com confiança, de forma altamente estética e duradoura. É a chamada terceira dentição.

TODOS OS DENTES EM UM SÓ DIA!

Devido aos avanços científicos, hoje é possível, em casos selecionados, entrar no consultório sem dentes e sair no final do dia com todos os dentes fixos sobre os implantes. Essa tecnologia, conhecida como Carga Imediata, proporciona uma grande satisfação aos pacientes devido aos rápidos resultados.

Sequência de tratamento com implante para arcada completa:
























Outros tipos de Prótese – suas funções e desvantagens comparadas aos Implantes


- Próteses Fixas, Próteses Removíveis, Próteses Adesivas

Atualmente há três alternativas para a colocação de implantes. Veja abaixo:











1. Prótese Fixa: Em relação aos implantes apresenta como desvantagens a continuidade da atrofia óssea na região desdentada e a necessidade de desgastar os dentes saudáveis para apoiar a prótese.

2. Prótese Adesiva: Em relação aos implantes apresenta como desvantagens a continuidade da atrofia óssea na região desdentada, porém não é necessário desgastar os dentes vizinhos. Por ser feita de porcelana, tem um bom aspecto estético mas possui durabilidade muito curta e rapidamente se destaca. Pode ser utilizada como uma prótese provisória antes da confecção do implante.

3. Prótese Removível: Não é considerada uma solução permanente, pois é instável e pouco firme, o que afeta a mastigação e o conforto. Este tipo de prótese é feito de um plástico rígido. É de confecção rápida e barata, podendo ser utilizada como uma prótese provisória antes da confecção do implante.



Abraços Dr. Marcel Amaral Prado





Se você é profissional de saúde e gostaria de colaborar com o nosso blog envie um email para renata@helpsaude.com

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Risco de Epidemias e Doenças em Regiões afetadas pela Enchente

Uma semana depois que as fortes chuvas deixaram um rastro de destruição e morte na serra fluminense, os moradores de Teresópolis se mostram preocupados com o risco de epidemias e doenças contagiosas no local, como tétano e leptospirose. No entanto, enquanto algumas pessoas já adotam medidas em relação ao problema, outras tomam menos precauções contra a situação. Alguns moradores não estão tomando providencias básicas como se vacinar contra tétano ou usar galochas para andar nas ruas que estão cobertas de lama.

A expectativa das autoridades de saúde em Teresópolis é de que surjam surtos de eventos originados na água, como diarréias, hepatite A, leptospirose e verminoses.

Além disto, o contato com o solo contaminado pode levar à intoxicação por produtos químicos das plantações. Já as doenças respiratórias podem ser causadas pela alta umidade, pelos mofos, fungos e pelas aglomerações de pessoas nos alojamentos.

Nos hospitais, já se verificam infecções e septicemia em pacientes que tiveram feridas expostas a bactérias, assim como outras doenças que atacam a pele e os cabelos, como sarnas e piolhos. Foi montado um serviço específico de tratamento de problemas de pele, no hospital de campanha e no Tiro de Guerra do município.

As enchentes não afetaram somente o Rio de Janeiro, outros estados também foram afetados com as chuvas, como São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O alerta inclui todas estas regiões, os moradores devem se preocupar com o risco de doenças tomando as vacinas recomendadas, evitando contato direto com lama e tendo cuidado para não consumir alimentos e água contaminada.

Para pessoas que sofreram com este drama qualquer cuidado é pouco, caso tenha algum sintoma procure um médico.

Fonte: site G1

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

1/3 dos Bebês Americanos são Obesos

Crianças americanas estão ficando obesas cada vez mais jovens. Segundo a pesquisa realizada nos Estados Unidos, um terço dos bebês com nove meses de idade estão acima do peso ou próximos a isto.

Os pesquisadores examinaram dados de 16.400 crianças que nasceram no ano de 2001 e descobriram que 17% dos bebês com nove meses eram obesos ao passo que 15% estavam com risco de obesidade. Com dois anos de idade 21% das crianças eram obesas e 14% estavam com alto risco de se tornarem também.

Segundo a Dr.ª Wendy Slusser, diretora médica do programa de peso da criança no Mattel Children's Hospital da Universidade da Califórnia, uma pequena mudança na alimentação já ajuda muito. Ela explica que você pode fazer seu filho comer uma fruta ao invés de dar a ele um suco, são menos 150 calorias por dia e isto fará uma grande diferença no longo prazo.

Uma vez que a pesquisa foi realizada há apenas dez anos ainda não se sabe se o excesso de peso do bebê irá afetar a saúde na fase a adulta. No entanto parece que existe uma tendência para crianças cada vez mais pesadas no futuro, diz o autor principal do estudo, Brian G. Moss. Os motivos desta obesidade não foram analisados neste estudo, mas Moss diz que isto pode ter relação com o fato das crianças estarem ingressando muito cedo nas creches ou mesmo estarem sendo alimentadas com sólidos antes do tempo recomendado.

Mas qual seria a solução para os bebês que estão ficando obesos?

Segundo Wendy Slusser você realmente precisa refletir sobre os hábitos dos seus filhos. Por exemplo, certifique-se que ele tem refeições regulares, snacks saudáveis e uma boa noite de sono. Além disso é importante escolher uma creche que ofereça alimentos saudáveis e que tenha espaço e atividades para estimulares que as crianças se movimentem bastante.

Slusser alerta que o leite materno deve ser a única fonte de alimento nos primeiros seis meses de vida das crianças.

Fonte: HealthDay

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Vacina contra o Alcoolismo é desenvolvida por Chilenos

Cientistas chilenos trabalham no desenvolvimento da primeira vacina contra o alcoolismo, baseada em uma mutação genética presente em 20% da população asiática, que, de forma natural, sofre consequências tão severas ao consumir álcool que isso inibe seu vício, explicou o médico coordenador do projeto.

Estas populações não têm um gene que produz a enzima aldeído desidrogenase, que metaboliza o álcool no organismo. Sem essa enzima, ao beber ocorre uma reação muito forte,
segundo o médico da Universidade do Chile, Juan Asenjo, chefe dos pesquisadores.

A vacina, portanto, aumentaria os enjoos, a sensação de náusea e a vasodilatação nos viciados. "Com a vacina, a vontade de beber será muito pequena devido às reações", explica o
médico. O princípio já foi testado com sucesso em ratos, nos quais o consumo do álcool diminuiu em 50%. "A ideia é que nos seres humanos o consumo de álcool diminua entre 90 e
95%", acrescentou.

Como funciona a Vacina?
A vacina consiste em induzir a mutação nas células do fígado através de um vírus que transmite esta informação genética. Atua sob o mesmo princípio sobre o qual são elaborados
os adesivos (patches) e remédios utilizados para controlar o vício em álcool, mas sua eficácia seria maior porque, diferentemente das fórmulas anteriores, não depende da vontade
imediata do paciente e tem menos efeitos colaterais.

Quando a vacina ficará pronta?
Durante este ano será feita a produção em grande escala e depois serão realizados testes pré-químicos em animais para determinar a dose. Posteriormente, em 2012, serão
realizados testes químicos na fase 1 em humanos.

Se os resultados em humanos forem bem-sucedidos, bastaria que o paciente tomasse a vacina uma vez por mês para começar a sentir os sintomas por um período prolongado, o que
desestimularia o vício.

Fonte: Veja

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Adiar o Sexo pode Fortalecer o Casamento

Estudo feito na Universidade Brigham Young, em Utah revelou que adiar o sexo melhora a comunicação e estabilidade do relacionamento.

Pesquisadores descobriram que casais que demoraram a ter relações sexuais durante o namoro se comunicam melhor, dão mais valor ao sexo e vêem seu casamento mais estável do que os casais que não fizeram isto.

Mas por que a intimidade pode interferir na felicidade conjugal?

De acordo com o co-autor do estudo Dean M. Busby, as pessoas que se tornam íntimas rapidamente acabam se casando mesmo sendo incompatíveis. Elas sentem-se “presas” e muito envolvidas no relacionamento. Busby comenta que as pessoas sempre falam, “Eu já investi quatro ou cinco anos neste relacionamento" ou "Nós compramos uma casa juntos'", e a relação se torna muito complicada para sair.

Com o intuito de descobrir o impacto do sexo na relação o estudo dividiu os 2035 participantes em três grupos: aqueles que fizeram sexo no mês que se conheceram (776), aqueles que fizeram sexo depois do primeiro mês, mas antes de dois anos de relacionamento (923) e os que esperaram para fazer sexo depois do casamento (336).

A pesquisa revelou que há uma crença generalizada de que é importante ter relações sexuais antes do casamento para ver se existe "química sexual" entre o casal. No entanto ao contrário desta crença, os casais que esperaram até o casamento para ter relações sexuais foram os que tiveram os resultados mais positivos. Estes participantes tinham mais estabilidade no relacionamento, estavam mais satisfeito em relação ao companheiro e relataram ter melhor qualidade na vida sexual e na comunicação.

Apesar destes fatos, Busby explica que o sexo no início do relacionamento não significa que o casamento esteja condenado. O relacionamento é composto por vários fatores e envolve a personalidade e as expectativas de ambos parceiros.

Outro fator interessante é o passado sexual dos parceiros. De acordo com Mark Regnerus, professor assistente de sociologia na Universidade do Texas, cônjuges com muitas lembranças de outros parceiros sexuais podem encontrar uma barreira quanto a sua satisfação. Isto não acontece com pessoas que não tiveram outras experiências , pois não existem tantas expectativas.

A principal mensagem deste estudo é que o sexo é uma experiência poderosa e que realmente liga uns ao outros. Por este motivo, antes de tomar qualquer decisão sobre o seu relacionamento é preciso conversar e analisar outros aspectos da vida em casal.

Fonte: HealthDay

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

92% dos Médicos Reclamam dos Planos de Saúde

Em uma pesquisa divulgada pela Datafolha recentemente foi divulgado que 92% dos médicos reclamam que os planos de saúde interferem em sua autonomia profissional. Veja abaixo alguns dados levantados pelo estudo encomendado pela Associação Paulista de Medicina (APM) e pela Associação Médica Brasileira (AMB).

· 78% dos especialistas afirmaram que a principal intromissão dos convênios ocorre por conta da recusa de pagamento de procedimentos ou medidas terapêuticas.

· 75% dos profissionais reclamam sobre restrições em relação ao número de exames ou procedimentos.

· 70% dos médicos citaram as restrições a doenças pré-existentes.

· 55% apontaram problemas com o tempo de internação de pacientes.

· 49% citaram a prescrição de medicamentos de alto custo.

· 48% relataram restrições em relação ao período de internação pré-operatório.

Segundo José Luiz Gomes do Amaral, presidente da Associação Médica Brasileira, se não houver independência no exercício da profissão não há como oferecer bons resultados aos pacientes.

Jorge Curi, presidente da Associação Paulista de Medicina, acredita que atitudes precisam ser tomadas para que a saúde do paciente não seja comprometida. Ele cita a possibilidade de um descredenciamento em massa e o favorecimento de mercados paralelos, em que médicos cobram por fora um valor para a consulta.

Como previamente divulgado em nosso blog, mais uma vez é reforçado o fato de que médicos precisam de mais independência para impulsionar e desenvolver a própria carreira. Uma das soluções para sanar esse problema seria criar uma vitrine para que o profissional pudesse divulgar dados de seu trabalho e os serviços que oferece. O Help Saúde é um dos poucos portais que já oferece um diferencial: o tráfego de pacientes. Em menos de dois anos de existência, ele disponibiliza para os médicos, gratuitamente, um tráfego de um milhão de usuários por mês.

Leia também: Mais Autonomia para o Trabalho dos Médicos Brasileiros

Fonte: Veja

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Perca peso anotando tudo que você come


Segundo especialistas, a caneta pode substituir a balança na dieta. Ao invés de você se pesar incansavelmente e comemorar cada grama perdida, o ideal é fazer um diário anotando tudo o que você come durante o dia. Refeições, snacks, sucos, tudo! Segundo o Dr. Christopher J. Mosunic, especialista em diabetes e controle de peso no Greenwich Hospital, ter o hábito de registrar tudo que você ingere é muito eficaz para emagrecer, pois desta maneira se tem a consciência do que realmente está sendo ingerido.

Segundo o Dr Mosunic., ele pode dividir seus pacientes em 2 grupos: aqueles que têm um diário alimetar e aqueles que não têm. Os pacientes que anotam o que comem tem bastante sucesso em suas dietas e normalmente visitam o Dr Christopher por apenas 12 semanas. Já o grupo que não faz as anotações muitas vezes continua visitando o médico por anos. O primeiro grupo consegue alcançar seu objetivo de forma mais eficaz, pois estão dispostos a reconhecer cada alimento que foi consumido, deixando claro quantas calorias ingeriram por dia.

Este método também ajuda os nutricionistas a orientarem os pacientes da melhor maneira, apontando o que está certo ou errado na dieta. É também uma maneira para os profissionais facilmente identificarem o comportamento alimentar de seus pacientes, podendo reconhecer por exemplo se a pessoa tem compulsão alimentar. Observando algo simples como o que foi ingerido no café da manhã, pode explicar o motivo da glicose no sangue estar baixa e consequentemente explica a compulsão ocorrida na parte da tarde.

É importante escrever no diário cada alimento ingerido, mesmo que pouquinho. Aliando esta prática com o acompanhamento de um médico especializado é certamente uma maneira de perder peso com mais facilidade.

Se você quer perder peso, converse com seu nutricionista, nutrólogo ou endocrinologista e comece 2011 em forma.

Aliás, você sabe a diferença entre um nutricionista e um nutrólogo?
O nutrólogo é um profissional formado em medicina e especialização em nutrologia. Este profissional é capaz de avaliar carências de nutrientes, tratar de doenças provocadas pela alimentação inadequada, além de tratar de obesidade. Já o nutricionista é especializado em criar cardápios balanceados. Eles não podem receitar remédios e suas dietas são formuladas a partir do histórico e hábitos de cada paciente.

Fontes: Conselho Federal de Nutricionistas, Associação Brasileira de Nutrologia e HealthDay.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Crianças consomem cafeína desde cedo

Pesquisa feita nos Estados Unidos descobre que 75% das crianças consomem cafeína diariamente, principalmente através de refrigerantes. O perigo está em esta substância ser uma droga estimulante que atua no sistema nervoso central alterando o metabolismo. Então quanto mais cafeína, menos eles dormem.

A pesquisa feita pela University of Nebraska Medical Center avaliou hábitos alimentares de 200 crianças entre 5 e 12 anos. Os pequenos de 8 a 12 anos consumiam em média 109 miligramas de cafeína diariamente, o que equivale a mais de uma xícara de café (100 miligramas). Apesar das crianças menores ingerirem menos, algumas com 5 anos já tomavam uma lata de refrigerante por dia.

Segundo o Journal of Pediatrics, embora a cafeína seja diurética o seu consumo não acarreta na enurese noturna. O que os pais devem realmente se preocupar são com os efeitos desta droga no organismo. Ela afeta no sono e no funcionamento diário do corpo. Em excesso a cafeína pode causar: agitação, nervosismo, dor de estômago, dores de cabeça, dificuldade de concentração, aumento da freqüência cardíaca e da pressão arterial.

Para maiores informações sobre os efeitos da cafeína na infância não deixe de consultar um pediatra.

Fonte: HealthDay