quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Dia do Nutricionista - 31 de agosto

Dia 31 de agosto Dia do Nutricionista, o Help Saúde presta uma homenagem a esses profissionais que se esforçam para cuidar da nossa alimentação e conseqüentemente da nossa saúde.

Para homenageá-los saiba quais são as atitudes que você deve tomar para não desistir da sua dieta, visando a perda de peso:

1- Não faça uma restrição muito radical aos alimentos, só porque chegou segunda-feira você não precisa mudar toda a sua alimentação. Essa atitude só vai gerar ansiedade e com isso mais vontade de comer o que você gosta.

2- Ter consciência que toda a dieta tem seus altos e baixos. Por isso a mudança precisa ser gradativa, para que seu organismo se acostume com seus novos hábitos alimentares.

3- Não ter expectativas muita altas, pois a frustração e o estresse de não conseguir atingi-las provavelmente fará com que você desista da sua dieta.

4- Emagrecer aos poucos, isto é, no máximo 1kg por semana para seu corpo se acostumar com seu novo peso.

O Help Saúde parabeniza todos os nutricionista cadastrados no nosso site e lembre-se que quanto mais o seu perfil for preenchido mais fácil você será encontrado. Atualize o seu perfil e conquiste mais pacientes!

Se você ainda não é cadastrado no nosso site, faça o seu cadastro agora mesmo.

Está em busca de um psicólogo? Encontre-o em 2 cliques no Help Saúde.


Fonte: Editoria Help Saúde

terça-feira, 30 de agosto de 2011

O que é Alienação Parental?

O termo Alienação Parental foi proposto em 1985 por Richard Gardner. Ele foi usado quando um dos pais tentam romper os laços afetivos dos filhos com o outro cônjuge, provocando sentimentos fortes de ansiedade e temor nos filhos.

Ao se dar uma ruptura conjugal em que um dos parceiros não consegue lidar com a perda, não vivenciando de forma saudável o seu luto, a situação desencadeia um processo de desmoralização e de descrédito .Os filhos são usados como arma para atingir o outro neste processo de vingança. As chantagens emocionais sempre que possível restringem o contato com o cônjuge .

Com isso ocorrem casos de crianças com problemas psicológicos diversos ou muitas vezes levando-as a copiar o modelo materno ou paterno inadequados.

O genitor alienante tenta de todas as formas excluir o pai (ou mãe) da vida dos filhos, e muitas vezes até os tios e avós .

Felizmente a “ Lei da Alienação Parental ”nº 12.318 de 26/08/2010, vem assegurar à criança ou adolescente uma convivência pacífica entre pais e filhos preservando a sua integridade física e psicológica. Permite uma relação saudável entre os pais, não admitindo que a prole seja usada para manipular o parceiro. Tendo sido detectado um possível caso de Alienação Parental, o juiz poderá pedir avaliação de equipe multidisciplinar na área de saúde mental e na assistência social. Em sendo comprovado a Alienação Parental a justiça proporá medidas que protejam a criança ou o adolescente do genitor alienado em detrimento do genitor alienador.

Fonte: Hewdy Lobo Ribeiro. CRM: SP 114681

Psiquiatra cadastrado no Help Saúde.

Temas relacionados no Help Saúde: Psiquiatria

Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Dia Nacional de Combate ao Tabaco

No Dia Mundial de Combate ao Tabaco, o Help Saúde relembra aos leitores aos malefícios desse vício que leva a morte milhares de pessoas todos os anos. O hábito de fumar não apenas pode causar câncer como prejudica muito a qualidade de vida dos fumantes, como ficar sem fôlego para curtas caminhadas, o mau-cheiro nas mãos e nas roupas e a perda progressiva do paladar. Entretanto no momento que a pessoa decide parar de fumar seu organismo passa por transformações.

O cigarro e outros tipos de fumo não causam apenas a dependência física como também a psicológica e muitas pessoas se rendem ao prazer de algumas baforadas por causa de ansiedade ou estresses do dia-a-dia. Veja o video da psiquiatra Cristiana Bardy sobre Tabagismo.

As pessoas que fumam além de fazerem mal a saúde delas mesmas, causando mal para as pessoas mais próximas que são obrigadas a aspirar a fumaça. Essas pessoas que sofrem o vício dos outros são chamadas de fumantes passivas que pode prejudicar ainda mais a saúde daqueles que nem fumam.

Para descobrir a intensidade do seu vício, faça o teste de Fagerström e tome atitudes para mudar o seu estilo de vida.

Procure por profissionais da área da saúde no Help Saúde: Otorrinolaringologista

Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com


Fonte: Editoria Help Saúde

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

27 de agosto - Dia do Psicólogo

A palavra deriva do grego e significa psyche (mente ou alma) e logos (conhecimento), ou seja, "ciência da alma": sua definição mais antiga. A psicologia é a ciência que estuda o comportamento e os processos mentais dos indivíduos. Os psicólogos estudam várias vertentes, como a freudiana e a lacaniana, para assim analisar o temperamento, personalidade e hábitos das pessoas e descobrir o porquê de seus problemas e o mais importante: a solução deles.

Mas o psicólogo não é uma poção mágica é preciso também que o paciente se comprometa a melhorar e atravessar todos os obstáculos em busca da felicidade.

É aconselhável procurar por um psicólogo quando a pessoa está passando por alguns desses problemas:
  • Ansiedade e depressão.
  • Excesso de timidez, não se interessa em se relacionar com outras pessoas.
  • Traumas, principalmente relacionados à família.
  • Vícios em geral, mas comum em drogas.
  • Baixa auto-estima e doenças relacionadas como: bulimia e anorexia.
  • Fobias e neuroses.
O Help Saúde parabeniza todos os psicólogos cadastrados no nosso site e lembre-se que quanto mais o seu perfil for preenchido mais fácil você será encontrado. Atualize o seu perfil e conquiste mais pacientes!

Se você ainda não é cadastrado no nosso site, faça o seu cadastro agora mesmo.

Está em busca de um psicólogo? Encontre-o em 2 cliques no Help Saúde.


Fonte: Editoria Help Saúde

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Guia Help Saúde > Família > Uso de medicamentos

Só porque os medicamentos existem não significa que eles sejam o tratamento ideal para todas as pessoas. O remédio precisa ser adequado para cada paciente e ser receitado por um médico.

A automedicação pode trazer complicações e sérios efeitos colaterais, por isso é preciso ficar atento e nunca tomar uma medicamento sem a autorização de um médico.

Mesmo os aparentemente inofensivos são capazes de gerar sérias conseqüências como, por exemplo, um descongestionante nasal que pode aumentar a pressão arterial. Os esteróides anabolizantes, que têm sido adquiridos sem receita e fora das farmácias, possuem efeitos colaterais gravíssimos, como a hepatite medicamentosa. Se injetáveis, podem até mesmo sujeitar o usuário a compartilhar seringas, com risco de contaminação com vírus da AIDS ou hepatite b. E até mesmo os antibióticos podem perder o efeito esperado e se tornem inúteis no tratamento de doenças específicas.

As pessoas que estão na terceira idade então, nem pensar em se automedicar. Os idosos precisam tomar mais remédios e eles podem reagir entre si, provocando efeitos colaterais.

Dicas do Help Saúde na hora de tomar remédios:

-Siga seu médico e a receita.

-Tome remédio com água, pois outros líquidos podem interferir na sua ação.

-Não corte ou prolongue tratamento sem conversar com o seu médico.

-Anote num papel os remédios diários.

-Use caixinhas para separar os remédios por horários ou dias da semana.

-Jogue fora os remédios vencidos.

-Guarde os remédios em locais apropriados.

-Olhe com a atenção a embalagem, conferindo o nome do medicamento.

-Informe a seu médico os remédios que toma e não omita a existência de vício ou dependência química.

Veja mais no blog sobre:

Hepatite

Regulamentação da venda de Antibióticos


Procure por um clínico geral em qualquer lugar do Brasil no Help Saúde.


Fonte: Editoria Help Saúde

Publicidade Médica - Resolução CFM 1.974/2011

O Help Saúde, visando a responsabilidade social, tem a preocupação de compartilhar com prestadores de saúde, pacientes e sociedade a Resolução nº 1.974/2011 determinada pelo CFM (Conselho Federal de Medicina). Esta resolução estabelece os critérios norteadores da propaganda em medicina, conceituando os anúncios, a divulgação de assuntos médicos, o sensacionalismo e as proibições referentes à matéria.

Veja o resumo em forma de slides ou acesse a resolução na íntegra.



quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Hepatite

Em todo mundo existem 5 tipos de hepatites: A, B, C, D que são mais comuns no Brasil e a do tipo E que é mais freqüente na Ásia e na África. A hepatite é uma inflamação no fígado que pode ser causada por vírus, uso de alguns remédios, álcool e outras drogas e também por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas.

No Brasil existem milhões de pessoas que são portadoras do vírus B e C e não sabem, pois a hepatite é uma doença silenciosa que nem sempre apresenta sintomas. Mas quando esses sintomas aparecem, podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. As pessoas que tem o vírus correm o risco de as doenças evoluírem (se tornarem crônicas), causando danos mais graves no fígado como cirrose e câncer. Por isso, é importante ir ao médico regularmente e fazer os exames de rotina que detectam a hepatite.

O diagnóstico de hepatite seja qual for seu tipo é feito a partir de um exame de sangue no qual se procura pelos anti-corpos referente ao tipo dela. Por exemplo, se há suspeita de Hepatite A, faz-se uma busca no sangue do paciente pelo anti-corpo anti-HAV. Após a confirmação, o profissional de saúde indicará o tratamento mais adequado, de acordo com a saúde do paciente.

Vacina para hepatite B:

Atualmente, o Sistema Único de Saúde disponibiliza gratuitamente vacina contra a hepatite B em qualquer unidade de saúde. Mas, é necessário:

1-Ter até 24 anos, 11 meses e 29 dias - essa faixa será ampliada para até 29 anos em 2012.

2-Pertencer ao grupo de maior vulnerabilidade - gestantes, trabalhadores da saúde, bombeiros, policiais, manicures, populações indígenas, doadores de sangue, gays, lésbicas, travestis e transexuais, profissionais do sexo, usuários de drogas, portadores de DST.

A imunização é realizada em três doses, com intervalo de um mês entre a primeira e a segunda dose e de seis meses entre a primeira e a terceira dose.

Para saber mais detalhes, veja o vídeo do Ministério da Saúde:



Procure por profissionais da área da saúde no Help Saúde: Inumonologista


Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com


Fonte: Editoria Help Saúde

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Acupuntura para crianças

A acupuntura tradicional chinesa tem como objetivo recuperar o equilíbrio energético restaurando por completo a saúde. O equilíbrio energético proporciona melhora do sono, diminuição da ansiedade, melhora do funcionamento orgânico em geral, aumento da circulação e absorção de nutrientes, ativação da produção de colágeno e elastina, melhor oxigenação celular e eliminação das toxinas. Tem grande eficácia no tratamento de diversas patologias e lesões, não apresenta efeitos secundários nocivos e tem ação preventiva. O campo de atuação da acupuntura é imenso, podendo ser usada em todo e qualquer problema de saúde, desde os mais simples até os mais complexos.

A acupuntura pediátrica tem como diferencial a forma de atendimento da criança e o tipo de estímulo utilizado. Sementes ou esferas metálicas são utilizadas como estímulo ao invés de agulhas, o que torna o tratamento totalmente indolor, podendo ser complementada com outros recursos, como a auriculoterapia e acupuntura auricular. A aplicação da acupuntura é feita em meio a diversas atividades lúdicas o que torna o tratamento prazeroso para a criança.

As crianças maiores de 7 anos apresentam melhor resultado com o uso de agulhas, sendo que bebês e crianças até 7 anos respondem muito bem aos estímulos com sementes ou esferas metálicas.

A freqüência das aplicações varia de acordo com o quadro clínico da criança, sendo em média 1 vez por semana e assim que possível a criança deve receber alta para 15 em 15 dias, até passar para 1 vez ao mês, ficando a critério dos pais seguir ou não com o tratamento preventivo. Na criança saudável é realizado apenas o tratamento preventivo onde são realizadas 3 sessões com intervalo de 1 semana, 1 sessão com intervalo de 15 dias e as sessões seguintes são realizadas 1 vez por mês.

O sistema imunológico da criança não esta adequadamente preparado, o que faz com que ela sofra mais o impacto das viroses, principalmente as crianças que freqüentam a educação infantil ou as que freqüentam creches e berçários, apresentando uma freqüência maior de aparecimento.

A acupuntura pediátrica preventiva tem como objetivo diminuir a incidência das doenças e afecções freqüentes na criança, fortalecendo o sistema imunológico e mantendo o equilíbrio energético. Ela ajuda a diminuir a freqüência de aparecimento de várias doenças e afecções como as viroses respiratórias, como a gripe e o resfriado, viroses intestinais, ajuda a espaçar as crises de asma, bem como diminuir seus sintomas.

Nas crianças que já apresentam algum tipo de virose ou doença respiratória, o tratamento através da acupuntura busca melhorar todo quadro sintomático, espaçar as crises e como na acupuntura pediátrica preventiva busca promover o equilíbrio energético e o fortalecimento do sistema imunológico.

Além da acupuntura pediátrica prevenir diversas doenças e afecções na criança, ela também é utilizada no tratamento de diversas enfermidades físicas e psíquicas e nos tratamentos de dores em geral. Apresenta ótimos resultados no tratamento das doenças respiratórias como bronquite, asma, rinite, sinusite, no tratamento de cólica, enurese noturna (xixi na cama),hiperatividade, falta de apetite,déficit de aprendizado e distúrbios do sono.

As sessões de acupuntura pediátrica com a Dra. Claudinéa Yamashiro são diferenciadas para cada faixa etária e acontecem de forma lúdica. A mãe também tem direito ao tratamento pela acupuntura junto com a criança, uma vez que a saúde da mãe é de fundamental importância para o bem estar e a saúde da criança. Dessa forma, é possível favorecer a saúde e o equilíbrio energético da mãe e da criança, contribuindo para um crescimento saudável e feliz.

Fonte: Claudinéa Guedes Yamashiro. COFFITO: SP20332-F

Fisioterapeuta cadastrada no Help Saúde.

Temas relacionados no Help Saúde: Fisioterapia

Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Entenda o Linfoma

Ultimamente muito se tem falado sobre uma doença chamada Linfoma, principalmente na mídia. O Linfoma é um tipo de câncer que afeta as células do sangue e é mais comum a aparição dele em homens do que em mulheres (na proporção de 3 homens para 2 mulheres). Outra característica da doença é que ela é mais comum em pacientes com o sistema imunológico comprometido, com os pacientes que sofrem algum tipo de transplante ou foram contaminados com o vírus HIV.

O que é o Linfoma?

É o termo usado para designar os tumores cancerígenos no sistema linfático, formado por vasos finos e gânglios (linfonodos) que atuam na defesa do organismo levando nutrientes e água às células e retirando resíduos e bactérias.

Quais são os tipos de Linfomas existentes?

Existem duas categorias: o linfoma de Hodgkin e o linfoma Não-Hodgkin. Há dezenas de tipos de linfomas dentro dessas duas características. O linfoma de Hodgkin é o mais raro e atinge, na maioria, jovens e pessoas de meia idade. Já o Não-Hodgkin é o mais comum que corresponde por 90% dos casos e é mais comum em pessoas com mais de 55 anos.

Quais são suas principais causas?

Na maioria das ocorrências, não é possível definir o que causou o linfoma. Mas já são conhecidos alguns fatores de risco para o surgimento da doença. Os principais são:

- Sistema imune comprometido - Pessoas com deficiência de imunidade, em conseqüência de doenças genéticas hereditárias, uso de drogas imunossupressoras e infecção pelo HIV, têm maior risco de desenvolver linfomas. Pacientes portadores dos vírus Epstein-Bar e HTLV1 e da bactéria Helicobacter pylori (que causa úlceras gástricas) têm risco aumentado para alguns tipos de linfoma.

- Exposição química - Os linfomas estão também ligados à exposição a certos agentes químicos, incluindo pesticidas, solventes e fertilizantes. Herbicidas e inseticidas têm sido relacionados ao surgimento de linfomas em estudos com agricultores e outros grupos de pessoas que se expõem a altos níveis desses agentes químicos. A contaminação da água por nitrato, substância encontrada em fertilizantes, é um exemplo de exposição que parece aumentar o risco de ocorrência.
- Exposição a altas doses de radiação.

Quais são os sintomas?

Os principais sintomas são aumento dos linfonodos do pescoço, axilas e/ou virilha; sudorese noturna excessiva; febre; prurido (coceira na pele); e perda de peso inexplicada, sem infecções aparentes. A lista pode incluir outros sintomas que dependem da localização do tumor. Se a doença ocorre na região do tórax, por exemplo, os sintomas podem ser de tosse, falta de ar e dor torácica.

Como é possível diagnosticar o linfoma?

São necessários vários tipos de exames para determinar o tipo exato de linfoma e esclarecer outras características, reunindo informações úteis para a escolha do tratamento mais eficaz. Os métodos utilizados são:

- Biópsia, ou retirada e análise de uma pequena porção de tecido, em geral linfonodos.

- Exames de imagem.

- Estudos celulares, que incluem, entre outros, a análise de cromossomos. Novos testes, bastante promissores, surgem a partir de trabalhos com a análise do genoma.

Quais são os tratamentos?

A maioria dos linfomas é tratada com quimioterapia, radioterapia ou ambos. A quimioterapia consiste na combinação de duas ou mais drogas, sob várias formas de administração, de acordo com o tipo de linfoma. A radioterapia normalmente é usada para reduzir a carga tumoral em locais específicos, aliviar sintomas relacionados ao tumor e também consolidar o tratamento quimioterápico, diminuindo as chances de recaída em certas áreas do organismo mais suscetíveis.

As chances de cura variam muito e dependem fundamentalmente do estágio em que a doença é diagnosticada e do tipo de linfoma.

No estágio 1, observa-se envolvimento de apenas um grupo de linfonodos. Já no estágio 4, há envolvimento disseminado dos linfonodos.

Hoje, o cálculo do risco baseia-se nesses dois fatores e no chamado índice prognóstico, que considera uma série de características do paciente. Algumas condições, como ter 60 anos ou mais, sofrer de anemia e ter presença elevada de determinadas enzimas no organismo, elevam o índice e portanto o risco.

Não existem formas comprovadas de prevenção da doença, mas muitos especialistas afirmam que uma dieta ricas em frutas e verduras possam proteger o organismo dos linfomas, como também de outros cânceres.

Procure por profissionais da área da saúde no Help Saúde: Inumonologista


Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com


Fonte: Editoria Help Saúde

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Como os alemães tratam o bruxismo?

Ok, você leu o título da postagem e já pensou que eles tratam o bruxismo com cerveja, pode assumir!

Mas a postagem de hoje é sobre um artigo que li ontem.

Uma pesquisa recente publicada no Journal of Prosthetic Dentistry teve como objetivo verificar a conduta de dentistas especialistas ou não com relação ao tratamento de bruxismo.

Para tanto os autores enviaram um questionário que englobava vários aspectos como número de pacientes atendidos, se os dentistas encaminhavam ou não os casos, se tratavam e se o fizessem como era este tratamento. Infelizmente o índice de resposta deste tipo de pesquisa se mostra baixo. Cerca de 10% dos dentistas que receberam o questionário responderam a pesquisa.

A motivação para esta pesquisa partiu, claro, da originalidade do tema, mas também pelo desenvolvimento dos estudos com relação ao bruxismo, o que, ao longo dos últimos anos, acrescentaram conhecimento com relação a uma patofisiologia mais central do que periférica (e isso já falei aqui no blog). E será que isso transformou a prática de alguma forma? E será que há diferença entre dentistas especialistas ou não?

Os resultados mostraram que (números aproximados) cerca de 15% dos pacientes que procuram tratamento recebem diagnóstico de bruxismo. Talvez pelo viés da formação os especialistas, na sua maioria ortodontistas, tenham citado a terapia ortodôntica como forma de tratamento mais frequentemente do que os generalistas (7,28% vs 0,65%). Mas em ambos os grupos a placa de mordida reinou como a terapia mais comumente aplicada a estes pacientes, seguida de técnicas de relaxamento, equilíbrio oclusal, fisioterapia e reconstrução oclusal. Em um ano os dentistas generalistas confeccionaram uma média de 27.5 placas enquanto os especialistas, 19.8 com a recomendação de uso noturno realizada pelos dois grupos.

Mas o que chamou minha atenção neste trabalho foi sobre a relação oclusão e bruxismo, que escrevi outro dia aqui. A seguinte afirmação foi colocada: “Interferências oclusais causam bruxismo”. Os dentistas deveriam concordar ou não com a frase.

Dos especialistas 85% não concordaram com a frase. Dos generalistas, 47,7%. Ainda, com incerteza, 28,6% dos generalistas adotaram uma postura neutra em relação à frase.

Os autores então compararam com estudos realizados há 20 anos nos EUA e verificaram que a rejeita à frase pelos dentistas generalistas cresceu 15%.

É, parece que algo está mudando...

Fonte: Juliana Stuginski Barbosa. Dentista cadastrada no Help Saúde.

Temas relacionados no Help Saúde: Odontologia

Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com


sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Dia dos Pais - Papel do homem no pós-parto

Existe uma máxima que afirma que o homem só se torna pai, quando o bebê nasce. O que é verdade, para muitos pais de primeira viagem, porém nada impede que os papais se tornem mais sensíveis com o nascimento do rebento e ajudem as mamães com pequenas atitudes logo depois do parto.

Para se tornar mais próximo do filho recém-nascido e também dar uma folguinha para mamãe que necessita de tempo até para tomar banho. É importante que os homens se conscientizem do seu papel no pós-parto e também na criação do bebê.

5 pequenas atitudes para ajudar a mulher no pós-parto

1- Seja companheiro, isto é, se puder vá nas consultas com o médico, ajude na hora do banho, na hora de trocar a falta e na hora da amamentação.

2- Faça revezamentos. Se ela precisar tomar banho ou qualquer outra tarefa que precise ficar longe do bebê, fique com ele no colo.

3- Aprenda a fazer massagens na barriguinha no bebê na hora das cólicas. Como o corpo do homem é naturalmente mais quente do que o da mulher, a sua massagem é mais eficaz para aliviar as temidas cólicas.

4- Saiba contornar os momentos difíceis, como na hora do choro do bebê. Ajude a acalmar o bebê cantando músicas doces e transmitindo segurança e proteção.

5- Na hora do banho ajude a segurar a criança com delicadeza, mas também com firmeza para evitar acidentes. Experimente também um banho no chuveiro: com um bebê um pouco maior (cerca de 6 meses ou mais) entre com ele no chuveiro com muita atenção. Você pode também utilizar uma cadeira para auxiliar, seu bebê vai se divertir e o elo entre vocês dois ficará mais forte.


Fique com a saúde em dia. Encontre profissionais de saúde no Help Saúde: o maior buscador de prestadores de saúde do Brasil.


Fonte: Editoria Help Saúde.

Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com


quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Dia dos Pais - Doenças Masculinas

A semana do Dia dos Pais no blog do Help Saúde está abordando temas do universo masculino como: paternidade, vaidades e cuidados com a saúde. Principalmente no caso de doenças que acometem apenas o gênero masculino como o Câncer de Próstata.

Esse tipo de câncer é uma doença exclusivamente masculina, pois só os homens possuem esta glândula. A grande maioria dos casos ocorre em homens com idade superior a 50 anos e com histórico familiar próximo de casos de câncer de próstata antes do 60 anos.

As causas do câncer de próstata ainda são desconhecidas pela ciência, o que se sabe é que na maioria dos casos seu desenvolvimento é muito lento e silencioso.

Os filhos devem sempre estimular seus pais a procurarem um urologista, principalmente se ele já passou dos 40 anos. E os pais devem ficar ligados nos sintomas:

Principais sintomas do Câncer de Próstata:

-Aumento da freqüência urinária, principalmente durante a noite.

-Presença de sangue na urina.

-Jato urinário fraco.

-Dor ou queimação ao urinar.

Fatores de risco:

-Histórico familiar.

-Hereditariedade.

-Maus hábitos alimentares.

Medidas de prevenção:

-Dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais. E com pouca ingestão de gordura (principalmente de origem animal).

-Dedicar, no mínimo, 30 minutos diários à prática de uma atividade física.

-Manter o peso corporal na faixa da normalidade.

-Diminuir o consumo de bebidas alcoólicas.

-Não fumar.


Fique com a saúde em dia. Encontre profissionais de saúde, como por exemplo: cardiologistas e urologistas no Help Saúde: o maior buscador de prestadores de saúde do Brasil.


Fonte: Editoria Help Saúde.

Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com


quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Dia do Pais - Relação Pai e Filho

Durante muitas décadas a responsabilidade de educar os filhos esteve nas mãos das mães e os pais eram apenas os coadjuvantes nessa empreitada. Hoje em dia os homens tem se mostrado cada vez mais sensíveis querendo participar mais ativamente da criação e do cotidiano dos seus filhos. É importante que as mães estimulem esse tipo de comportamento dos pais, para que seus filhos sempre possam contar com ele como uma figura masculina amorosa.

Através das seguintes atitudes:

- Evitando transferir aos filhos problemas que são dos pais, evitando brigas na frente da criança, evitando ficar falando mal do companheiro para a criança e evitando usar a criança para se vingar do companheiro.

- Proporcionando à criança “momentos com o papai”, incentivando seu filho a fazer um programa com o pai. Ir ao cinema, no parquinho, passear no shopping, brincar de pique-pega ou assistir a um filme infantil em casa.

Essas atividades promovem um elo entre pai e filho que vai se tornando mais forte com o tempo. No entanto é importante ressaltar que este relacionamento é como qualquer outro, precisa ser cuidado e o pai deve sempre investir alguns minutos no seu dia na relação.

Para ser mais feliz é necessário que o homem-pai perceba que também tem direito à sensibilidade e ao afeto, a medos e a alegrias. E quando ele aprender a valorizar isto na sua própria vida conseguirá valorizar isto na vida das pessoas que ama, inclusive na dos filhos sendo não só presença, mas um presente de afeto.

Quando o pai não é presente:

. Meninas têm 2,5 vezes mais propensão a engravidarem na adolescência e 53% mais chances de cometerem suicídio.

. Meninos têm 63% mais chances de fugirem de casa e 37% mais chances de utilizarem drogas.

· Meninos e meninas têm duas vezes mais chances de acabarem na cadeia e aproximadamente quatro vezes mais chances de necessitarem de cuidados profissionais para problemas emocionais ou de comportamento.

Fonte: Departamento de Serviços Humanos e Social dos EUA.


Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Dia do Pais - Cuidados com a aparência

Dando continuidade às comemorações do Dia dos Pais, não poderíamos se esquecer dos cuidados com a beleza.

Já passou o tempo que a vaidade era presença apenas no universo feminino. Sim, homens agora também se preocupam com a aparência! Com este espaço crescente, os homens se sentem mais à vontade na busca de técnicas para ficar mais atraentes e ter mais autoconfiança pessoal e profissional.

A procura por clínicas de estética tem aumentado a cada dia deixando de lado o preconceito com tratamentos nesta área. Os mais buscados são:
  • região facial: reduzir as marcas de expressão, os “pés de galinha”
  • lipospiração: retirada dos “pneus” (difíceis de serem retirados com a ginástica)
  • ginecomastia: correção das mamas masculinas
  • transplante de cabelo: as novas técnicas proporcionam resultado final mais natura
Antes de procurar uma clínica veja algumas dicas: converse com pessoas que já passaram pelo procedimento e procure uma indicação de um bom médico, no caso um cirurgião plástico para tirar todas as dúvidas.

Além das clínicas de estética, salões de beleza oferecem serviços exclusivos para os homens. Alguns deles são: cortes de cabelo, depilação (barba e sobrancelhas), além dos cuidados com as unhas. Outro segmento que cresce é o de produtos específicos para homens como cremes faciais e capilares.

Lembre-se que o envelhecimento é contínuo e deve ser feito com um acompanhamento de um profissional. É possível usar os recursos para suavizar as marcas do tempo, mas sempre pensando na saúde e bem-estar.

Fique com a saúde em dia. Encontre profissionais de saúde, como por exemplo: cardiologistas e cirurgiões plásticos no Help Saúde: o maior buscador de prestadores de saúde do Brasil.


Fonte: Editoria Help Saúde.

Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com




segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Dia de Combate ao Colesterol

Cardiologia é a especialidade médica que estuda o diagnóstico e tratamento das doenças cardíacas bem como o sistema cardiovascular. Existem fatores de risco que contribuem para o aparecimento das doenças cardiovasculares. As causa podem ser: fatores imutáveis, do qual não podemos interferir, como é o caso da hereditariedade, idade e sexo. E os fatores mutáveis, do qual podemos prevenir, tais como o fumo, colesterol elevado, pressão arterial elevada, vida sedentária, obesidade etc.

No Dia de Combate ao Colesterol trouxemos informações importantes para entender este fator que acomete grande parte da população brasileira.

As gorduras do sangue - os lipídios - são compostos principalmente pelo Colesterol, o HDL Colesterol, o LDL Colesterol e os Triglicerídios. O Colesterol é gordura indispensável para o funcionamento do nosso metabolismo e está presente em todas as células do corpo. Deve-se então dar uma atenção ao equilíbrio do HDL e LDL.

HDL: bom colesterol e tem a função de conduzir o excesso de colesterol para fora das artérias, impedindo o seu depósito.

LDL: colesterol ruim e atua inversamente ao HDL, depositando o colesterol em todas as células. Está associado ao início e à aceleração do processo de aterosclerose.

Ou seja, tome cuidado com o LDL! Veja abaixo a tabela de colesterol:

Colesterol total (mg/dL)
Desejável: Menor que 200
Limítrofe: 200 a 239
Alto: Maior ou igual a 240

LDL Colesterol (mg/dL)
Ótimo: Menor que 100
Quase ótimo: 100 a 129
Limítrofe alto: 130 a 159
Alto: 160 a 189
Muito alto: Maior ou igual a 190

HDL Colesterol (mg/dL)
Baixo: Menor que 40
Protetor: Maior ou igual a 60

A melhor forma de cuidar dos níveis do colesterol é ter uma dieta saudável.

Prefira:
- Leite e iogurte desnatados, queijo branco fresco, ricota, "cottage", queijos "light
- Arroz, batatas, cará, inhame, macarrão, pães, bolachas de água e de água e sal
- Peixes, aves sem pele, carnes magras
- Clara de ovos
- Frutas e hortaliças frescas
- Canola, girassol, milho, soja, azeite de oliva, margarinas "light
- Picolé de frutas, "frozen", "sorbet", iogurte, doces de frutas

Modere
- Leite tipo C, semidesnatado
- Bolos simples, pão doce, bolacha maisena, bolacha de leite
- Embutidos de peru, mariscos, lagosta, ostra, mexilhão, camarão, polvo
- Preparações que contenham gema, inclusive ovos com reduzido teor de colesterol
- Nozes, avelãs, abacate, azeitonas, margarinas cremosas

Evite
- Leite e iogurtes integrais, queijos amarelos (prato, mussarela, provolone, parmesão, etc)
- Massas com ovos ou preparações com creme de leite, requeijão, gordura vegetal ou manteiga, croissant, pães recheados com cremes ou com cobertura de chocolate ou coco, biscoitos amanteigados
- Carnes gordas, miúdos (fígado, moela, rim, língua), embutidos (lingüiça, salsicha, mortadela, salame, presunto), lula, "escargot"
- Alimentos que contenham grande quantidade de gema como: quindins, fios de ovos
- Coco, pratos preparados com creme de leite, manteiga, manteirina, requeijão ou queijos gordurosos
- Gordura hidrogenada, manteiga, manteirina, bacon, banha de porco, gordura de coco, óleo de dendê, creme de leite
- Sorvetes cremosos, chocolate, torta e bolos confeitados

Dicas para uma boa alimentação:
  • duas gemas de ovo por semana.
  • carnes vermelhas, aves e peixes como complementos de outros alimentos e não como "prato principal".
  • prefira carnes brancas magras (aves e peixes), 3 a 4 vezes por semana (mínimo).
  • alimentos que são fontes de fibras: feijões, lentilha, ervilha, grão-de-bico, frutas, verduras, legumes e cereais integrais.
  • use pouco óleo no preparo de alimentos.
  • prefira grelhados, assados, ensopados no lugar das frituras.
  • faça, pelo menos, três refeições por dia, e lembre-se de consumir leite desnatado, cereais, frutas, verduras, legumes, carnes magras, feijões e substitutos (lentilha, ervilha, grão-de-bico).
  • precisa comer fora de casa? Não deixe de obedecer a sua dieta.
Cuide do seu coração! Tenha uma alimentação saudável.


Não deixe de visitar um cardiologista e acompanhe os níveis do colesterol. Encontre um perto de você no Help Saúde.

Fonte: Editoria Help Saúde.


Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com


Dia do Pais - Dicas de saúde para os pais

Para homenagear os pais, o Help Saúde desenvolveu a Semana do Dia dos Pais no blog. Serão publicações com temas relacionados à vaidade masculina, paternidade, doenças mais comuns em homens e também a atitude esperada dos pais no pós-parto.

Com o passar dos anos, crescemos, deixamos de ser criança e assumimos algumas responsabilidades. E uma dessas responsabilidades é de disponibilizar um tempinho de nossas agendas para aquele que sempre cuidou de nós: o nosso pai. Nessa semana do dia dos pais aproveite sua folga para dedicar um tempo ao seu pai da melhor maneira, cuidando da saúde dele. Vá com ele a consultórios médicos das mais variadas especialidades para fazer um check-up.

Dentista

O ideal é uma visita ao dentista pelo menos uma vez ao ano para verificar se está tudo ok com os dentes, língua e gengiva. Caso seu pai fume, é preciso que ele vá mais vezes.

Oftalmologista

Para quem não usa óculos e está abaixo dos 50 anos, o recomendado é fazer um exame das vistas a cada três anos. Esse intervalo cai para dois anos se a pessoa tiver mais de 50 anos ou usar óculos. Homens que têm diabetes, hipertensão ou histórico familiar de problemas oculares devem fazer o exame anualmente.

Próstata

A partir dos 40 anos, é aconselhável fazer o exame de toque e a medição sanguínea do PSA. As pessoas da raça negra ou com um histórico familiar de problemas na próstata devem visitar com mais regularidade o seu médico de confiança.

Pressão Arterial

É um cuidado muito importante para os homens com mais de 50 anos, que precisam medir a pressão anualmente. Caso haja histórico de hipertensão, doenças cardíacas ou renais, diabetes ou se seu pai está acima do peso essa checagem deve ser mais freqüente e as consultas ao cardiologista também.

Colesterol e triglicérides

Os homens mais jovens e com boa saúde devem procurar esses testes a cada cinco anos. Esse intervalo deve ser bastante reduzido, de acordo com os médicos, para aqueles na faixa dos 40 e 60 anos, período considerado crítico. Além de realizar exames de sangue periodicamente.

Esses são os principais cuidados que o pai deve ter com sua saúde e o filho deve não só incentivar como também participar ativamente dessas intervenções ao lado de seu pai.

Procurando um prestador de saúde? Visite o Help Saúde.

Fonte:
Editoria Help Saúde.

Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com





sexta-feira, 5 de agosto de 2011

5 de Agosto: Dia Nacional da Saúde

Dia 5 de Agosto é o Dia Nacional da Saúde e de qualquer forma devemos cuidar da saúde todos os dias.

A data é uma homenagem médico sanitarista Oswaldo Cruz, nascido em 5 de agosto de 1872, estudioso e pioneiro em doenças tropicais.

A OMS define saúde como: um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doenças. Ou seja, é importante equilibrar uma alimentação saudável: frutas, verduras, carboidratos, proteínas, pouca gordura e muita água, terum bom descanso, praticar atividade física e ter cuidados com a higiene pessoal.

Não se pode esquecer do asseio do local onde vivemos, pois é muito importante para a qualidade de vida. Além de ressaltar a necessidade de um saneamento básico, ar com qualidade, água potável, alimentos saudáveis, etc.

Ou seja, saúde é um conjunto de práticas e atividades nos locais que vivemos.

No Blog do Help Saúde você encontra dicas e artigos falando sobre a saúde e bem-estar. Uma boa leitura é o Guia Help Saúde que aborda temas de interesse geral subdivididos em 4 categorias: Urgência, Mulher, Infantojuvenil e Adolescentes e Família.

Ótima saúde!



Procurando um prestador de saúde? Visite o Help Saúde.


Fonte: Editoria Help Saúde

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Guia Help Saúde > Infantojuvenil > Volta às Aulas

Com a volta às aulas voltam também às preocupações de muitos pais como acordar cedo seus filhos e levá-los para o colégio.

Porém, também é importante levar em consideração o outro papel da escola além do ensino de matérias como, matemática e português, e sim avaliar se ela está contribuindo para a formação do caráter e da ética de seu filho.

A escola se tornou a grande responsável pela socialização primária da criança, processo que antes era exclusivo da família. Na escola se transmitem valores éticos e formas de relacionamento, desenvolvendo capacidade de aprender e de relacionar-se com o meio social. Hoje em dia a escola não apenas ensina, mas também prepara a criança para a vida.

O ambiente escolar também é propicio para uma avaliação da condição emocional de crianças e adolescentes. O professor, muitas vezes é quem melhor pode atuar na formação de um jovem, junto com os pais.

Por isso, o Guia do Help Saúde elaborou algumas dicas para pais serem mais participativos na vida escolar de seus filhos:

-Mantenha um bom canal de comunicação com a direção da escola e os professores.

-Acompanhe os deveres de casa.

-Evite faltas desnecessárias.

-Incentive sempre.

-Participe das reuniões de pais e professores sempre que possível.

-Converse com outros pais.

-Mantenha-se informado sobre as várias atividades realizadas.

Outra dificuldade que atrapalha o rendimento escolar de muitas crianças e é um estresse diário para muitos pais: é a hora de tirar crianças e adolescentes da cama pela manhã.

Dicas do Help Saúde para diminuir o estresse na hora de acordar as crianças:

-À medida que anoitece, diminua as brincadeiras agitadas e correrias.

-Computador à noite provoca excitação e dificuldade na hora de dormir.

-Incentive que comecem a dormir um pouco mais cedo, gradativamente.


Procure por um psicólogo em qualquer lugar do Brasil no Help Saúde.


Fonte: Editoria Help Saúde.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Hiperatividade Infantil

Crianças gostam de brincar, fazer bagunça e correr para lá e para cá. Movimentam-se tanto que dão uma canseira nos pais ou em quem estiver com elas. Mas é preciso ter cuidado para não identificá-las erroneamente como portadora do TDAH.

Às vezes, a criança está apenas passando por algum problema e essas características aparecem.

A psicóloga Maria Teresa Ramos de Souza explica que crianças, para serem diagnosticadas como hiperativas, devem passar por uma criteriosa avaliação de profissionais especializados. Normalmente elas apresentam comportamentos agitados, não param quietas um só instante, estão sempre fazendo algo “errado”, sendo apontadas como um mau exemplo. “Mas não é tão fácil identificá-las porque estas características se confundem com sintomas comportamentais de outras dificuldades infantis”, afirma a psicóloga.

Maria Teresa sempre orienta os pais para que seja realizada uma avaliação de forma a que não existam dúvidas e prejuízos no futuro da criança. “As pessoas pensam na criança como ela está agora, mas devem lembrar que ela vai crescer. Se ela não receber o acompanhamento correto, pode se tornar uma criança com baixa autoestima. E que tipo de adulto ela se tornará se só for encarada como um problema?”, afirma.

Características do hiperativo

No Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, da Associação Americana de Psiquiatria, tem-se a orientação de diagnosticar pelo menos seis características pelo período de mínimo de seis meses, e que estejam dando prejuízo para a vida da criança, como por exemplo:

- ser inquieta (mexendo as mãos e os pés ou não parando quieta na cadeira),

- ter dificuldade em permanecer sentada,

- se corre sem destino,

- se tem dificuldade em fazer uma atividade quieta ou em silêncio,

- se fala excessivamente ou interrompe conversas de outras pessoas – sem pedir licença,

- responder a perguntas antes de elas serem formuladas,

- agir como se fosse movida a motor,

- ter dificuldade em esperar a vez.

A hiperatividade costuma ser mais incidente em meninos e na faixa etária dos sete aos nove anos. “Essa fase é a que eles estão começando a estudar e precisam ter mais atenção. Fica mais fácil perceber a dificuldade de concentração dessas crianças. Elas ficam sem noção de espaço e de limites, não por teimosia, mas porque não têm noção do que estão fazendo”, diz Maria Teresa.

A psicóloga conta que para trabalhar com hiperativos é preciso montar um esquema que envolva todas as pessoas que têm ligações com a criança. “Verifica-se que a maneira mais eficiente e com resultados satisfatórios é montando um esquema multidisciplinar; quer dizer, envolvendo a família, desde a vovó, até a empregada, a escola, neurologista, pediatra e outros profissionais que estejam acompanhando a criança. Para que se faça principalmente um trabalho comportamental, orientando, recomendando, reestruturando os ambientes e as dificuldades no dia a dia da criança”, aconselha Maria Teresa.

Como a família e a escola podem agir:

Maria Teresa costuma elaborar uma lista de procedimentos para pais e professores lidarem com a criança hiperativa no seu cotidiano. “Normalmente, para os pais, peço que diminuam os estímulos no quarto da criança, como por exemplo, vídeo, computador, e jogos. A criança deve ter horários fixos para todas as atividades (café da manhã, banho, brincar, dormir). Quando os pais falarem com ela, devem solicitar que ela repita o que entendeu.”

“Elogiar o que ela fizer corretamente mesmo que seja ficar sentada por cinco minutos, pois é importante para que se sinta reconhecida nas atitudes e atividades que estiver fazendo adequadamente”, explica a psicóloga. Maria Teresa acrescenta que os elogios são importantes porque elas sempre são lembradas apenas pelas coisas ruins que fazem. “É importante os adultos fiquem atentos, pois as crianças hiperativas ficam com a autoestima baixa a partir da repetição do erro, pois apenas dessa maneira elas conseguem chamar atenção, mas é uma atenção negativa”, explica.

“Na escola costumo orientar, principalmente, que pais e professores se comuniquem com mais frequência. Sugiro aos professores uma posição estratégica da criança, em sala de aula, mais próxima da professora, que ela convide mais vezes a criança como ‘ajudante’, quer dizer, com tarefas que a ocupem. Ela vai se sentir estimulada e reconhecida”, explica a psicóloga.

* Entrevista para o site Facilitando sua Vida, em 2003.


Fonte: Maria Tereza Ramos de Souza. Psicóloga cadastrada no Help Saúde.

Temas relacionados no Help Saúde: Psicologia, Psicoterapia

Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Guia Help Saúde > Mulher > Prevenção do Câncer de Colo de Útero e de Câncer de Mama

Os cânceres de mama e colo de útero estão entre aqueles que mais afetam as mulheres. O conhecimento dos sintomas e das formas de prevenção podem salvar muitas vidas. Por isso, é sempre muito importante estar alerta aos sinais e sintomas e também não deixar que o medo ou o pudor impeçam de fazer os exames e buscar ajuda médica especializada.


Quando mais cedo a descoberta, maior a chance de cura. Hoje em dia já existem exames cada vez mais elaborados e capazes de detectar precocemente essas doenças. E tratamentos mais eficazes para combater os tumores.

Câncer de Colo de Útero

Atualmente é sabido que o aparecimento do câncer de colo de útero acontece devido à presença de infecção pelo vírus do papiloma humano (HPV). Aproximadamente todos os casos desse tipo de câncer são causados por um dos 15 tipos de HPV.

Principais fatores de risco

-Início precoce da vida sexual.

-Sexo sem proteção.

-Grande número de parceiros sexuais.

-Falta de higiene íntima.

-Uso prolongado da pílula anticoncepcional.

-Tabagismo.

-Baixa ingestão de vitaminas.

Sintomas

Esse tipo de câncer não apresenta sintomas, daí a importância do exame preventivo. No entanto, quando a doença progride, acontecem sangramento vaginal, corrimento e dor.

Prevenção

-Usar preservativos ao praticar sexo.

-Após a primeira relação sexual, fazer anualmente, no consultório médico o exame de Papanicolau, principalmente entre os 25 e 59 anos. Grávidas também podem fazê-lo.

-Já existe vacina contra o HPV. Converse com seu médico a respeito.

Câncer de Mama

É o tipo de câncer mais comum com maior incidência em mulheres de 40 até os 50 anos.
Principais fatores de risco

-Histórico familiar.

-Início da menstruação precoce.

-Menopausa tardia.

-Primeira gravidez após os 30 anos.

-Não ter filhos.

-Uso prolongado de pílula anticoncepcional

-Tabagismo, obesidade e sedentarismo.

Sintomas

-Nódulo, conhecido popularmente como caroço no seio, acompanhado ou não de dor.

-Nódulos palpáveis na axila.

-Alterações da pele dos seios.

-Prurido (coceira)

-Secreções locais (no bico dos seios).

Prevenção

-O auto-exame é importante, mas não suficiente. Caso encontre algum nódulo ou anormalidade marque uma consulta com seu médico.

-A partir dos 30 anos, deve-se consultar regularmente um médico, mais preparado para a detecção precoce.

- A partir dos 40 anos, deve-se realizar periodicamente mamografia de alta resolução, sob orientação médica.

-Evitar alimentos ricos em gordura animal.

-Praticar exercícios físicos:eles diminuem a quantidade do hormônio feminino ligado a esse tipo de câncer.

Procure por um ginecologista em qualquer lugar do Brasil no Help Saúde.


Fonte: Editoria Help Saúde.

ANS publica nova listagem de coberturas obrigatórias

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publica nesta terça-feira, 02/08/2011, a Resolução Normativa 262 que atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, garantindo e tornando pública a cobertura assistencial mínima obrigatória. O rol constitui a referência básica para cobertura assistencial nos planos privados de assistência à saúde, contratados a partir de 1º de janeiro de 1999 e é revisado a cada dois anos. Nesta atualização será incluída a cobertura para cerca de 60 novos procedimentos, que entrará em vigor a partir do dia 01/01/2012.

O primeiro rol de procedimentos estabelecido pela ANS foi o definido pela Resolução de Conselho de Saúde Suplementar - Consu 10/98, atualizado em 2001 pela Resolução de Diretoria Colegiada – RDC 67/2001, e novamente revisto nos anos de 2004, 2008 e 2010 pelas Resoluções Normativas 82, 167 e 211, respectivamente.

Esta revisão contou com a participação de um Grupo Técnico composto por representantes da Câmara de Saúde Suplementar, que inclui órgãos de defesa do consumidor, representantes de operadoras e de conselhos profissionais, entre outros. O objetivo do grupo é promover a discussão técnica sobre a revisão do rol.

Consulta Pública nº 40:

A Consulta Pública do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde foi encerrada no dia 21/05/2011 após 36 dias disponível para contribuições de consumidores, operadoras, gestores, prestadores de serviços e sociedade em geral. Foram recebidas 6.522 contribuições, sendo 70% diretamente de consumidores.

Veja lista de novos procedimentos que devem ter cobertura pelos planos de saúde a partir do ano que vem:

1. Bloqueio anestésico de plexos nervosos (lombossacro, braquial, cervical) para tratamento de dor;
2. Angiotomografia coronariana (com diretriz de utilização);
3. Esofagorrafia torácica por videotoracoscopia;
4. Reintervenção sobre a transição esôfago gástrica por videolaparoscopia;
5. Tratamento cirúrgico do megaesofago por videolaparoscopia;
6. Gastrectomia com ou sem vagotomia/ com ou sem linfadenectomia por videolaparoscopia;
7. Vagotomia superseletiva ou vagotomia gástrica proximal por videolaparoscopia;
8. Linfadenectomia pélvica laparoscópica;
9. Linfadenectomia retroperitoneal laparoscópica;
10. Marsupialização laparoscópica de linfocele;
11. Cirurgia de abaixamento por videolaparoscopia;
12. Colectomia com íleo-reto-anastomose por videolaparoscopia;
13. Entero-anastomose por videolaparoscopia;
14. Proctocolectomia por videolaparoscopia;
15. Retossigmoidectomia abdominal por videolaparoscopia;
16. Abscesso hepático - drenagem cirúrgica por videolaparoscopia;
17. Colecistectomia com fístula biliodigestiva por videolaparoscopia;
18. Colédoco ou hepático-jejunostomia por videolaparoscopia;
19. Colédoco-duodenostomia por videolaparoscopia;
20. Desconexão ázigos - portal com esplenectomia por videolaparoscopia;
21. Enucleação de tumores pancreáticos por videolaparoscopia;
22. Pseudocisto pâncreas - drenagem por videolaparoscopia;
23. Esplenectomia por videolaparoscopia;
24. Herniorrafia com ou sem ressecção intestinal por videolaparoscopia;
25. Amputação abdômino-perineal do reto por videolaparoscopia;
26. Colectomia com ou sem colostomia por videolaparoscopia;
27. Colectomia com ileostomia por videolaparoscopia;
28. Distorção de volvo por videolaparoscopia;
29. Divertículo de meckel - exérese por videolaparoscopia;
30. Enterectomia por videolaparoscopia;
31. Esvaziamento pélvico por videolaparoscopia;
32. Fixação do reto por videolaparoscopia;
33. Proctocolectomia com reservatório ileal por videolaparoscopia;
34. Cisto mesentérico - tratamento por videolaparoscopia;
35. Dosagem quantitativa de ácidos graxos de cadeia muito longa para o diagnóstico de erros inatos do metabolismo (EIM);
36. Marcação pré-cirúrgica por estereotaxia, orientada por ressonância magnética;
37. Coloboma - correção cirúrgica (com diretriz de utilização);
38. Tratamento ocular quimioterápico com antiangiogênico (com diretriz de utilização);
39. Tomografia de coerência óptica (com diretriz de utilização);
40. Potencial evocado auditivo de estado estável - peaee (stead state);
41. Imperfuração coanal - correção cirurgica intranasal por videoendoscopia;
42. Adenoidectomia por videoendoscopia;
43. Epistaxe - cauterização da artéria esfenopalatina com ou sem microscopia por videoendoscopia;
44. Avaliação endoscópica da deglutição (FEES);
45. Ácido metilmalônico, pesquisa e/ou dosagem;
46. Aminoácido no líquido cefaloraquidiano;
47. Proteína s livre, dosagem;
48. Citomegalovírus após transplante de rim ou de medula óssea por reação de cadeia de polimerase (PCR) - pesquisa quantitativa;
49. Vírus epstein barr após transplante de rim por reação de cadeia de polimerase (PCR) - pesquisa quantitativa;
50. Determinação dos volumes pulmonares por pletismografia ou por diluição de gases;
51. Radioterapia conformada tridimensional - para sistema nervoso central (SNC) e mama;
52. Emasculação para tratamento oncológico ou fasceíte necrotizante;
53. Prostatavesiculectomia radical laparoscópica;
54. Reimplante ureterointestinal laparoscópico;
55. Reimplante ureterovesical laparoscópico;
56. Implante de anel intraestromal (com diretriz de utilização);
57. Refluxo gastroesofágico - tratamento cirúrgico por videolaparoscopia;
58. Terapia imunobiológica endovenosa para tratamento de artrite reumatóide, artrite psoriática, doença de crohn e espondilite anquilosante (com diretriz de utilização);
59. Oxigenoterapia hiperbárica: adequação da diretriz de utilização (DUT) para inclusão da cobertura ao tratamento do pé diabético;
60. Análise molecular de DNA: adequação da diretriz de utilização (DUT) para cobertura da análise dos genes EGFR, K-RAS e HER-2;
61. Implante coclear: adequação da diretriz de utilização (DUT) para incluir o implante bilateral;
62. Pet-scan oncológico: adequação da diretriz de utilização (DUT) para pacientes portadores de câncer colo-retal com metástase hepática potencialmente ressecável;
63. Colocação de banda gástrica por videolaparoscopia: adequação da diretriz de utilização (DUT) para colocação de banda gástrica do tipo ajustável e por via laparoscópica;
64. Gastroplastia (cirurgia bariátrica): adequação da diretriz de utilização (DUT) para incluir a colocação por videolaparoscopia;
65. Consulta/sessão com terapeuta ocupacional: adequação da diretriz de utilização (DUT) para pacientes com disfunções de origem neurológica e pacientes com disfunções de origem traumato/ortopédica e reumatológica;
66. Consulta com nutricionista: adequação da diretriz de utilização (DUT) para:
1.a. Crianças com até 10 anos em risco nutricional (< percentil 10 ou > percentil 97 do peso / altura);
1.b. Jovens entre 10 e 20 anos em risco nutricional (< percentil 5 ou > percentil 85 do peso/ altura);
1.c. Idosos (maiores de 60 anos) em risco nutricional ( índice de massa IMC <22 kg/ m);
1.d. Pacientes com diagnóstico de insuficiência renal crônica.
2. Cobertura obrigatória de no mínimo 18 sessões por ano de contrato para pacientes com diagnóstico de diabetes mellitus em uso de insulina ou no primeiro ano de diagnóstico;
67. Definição das despesas a serem cobertas para o acompanhante durante o pré-parto, parto e pós-parto imediato, que devem incluir taxas de paramentação, acomodação e alimentação;
68. Definição de que a cobertura das despesas com acompanhante durante o pós-parto imediato devem se dar por 48h, podendo estender-se por até 10 dias, quando indicado pelo médico assistente;
69. Definição de que nos procedimentos da cobertura obrigatória que envolvam a colocação, inserção ou fixação de órteses, próteses ou outros materiais, a sua remoção ou retirada também tem cobertura assegurada.

Veja a Resolução Normativa RN Nº 262 na íntegra.

Fonte: ANS

Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com