Pular para o conteúdo principal

Inovações para a Medicina Caseira

A medicina caseira era o reino da intuição e dos remédios naturais. Apesar de avanços significativos em aprendizado e tecnologia, as pessoas hoje estão desconectadas de seus corpos e dependem muito de profissionais médicos para cuidarem da saúde. 

Recentemente, três produtos da área de saúde foram lançados pela Scanadu, e eles ajudam as pessoas a ouvirem seus próprios corpos melhor. 

Tida como “a maior inovação da medicina caseira desde a invenção do termômetro,” essas ferramentas diagnósticas usam tecnologias móveis, de sensor e sociais para criar uma imagem em tempo real de sua saúde. 

O Scout é um sensor que ao ser encostado em sua têmpora, em menos de dez segundos, ele coleta dados sobre o pulso, batimentos cardíacos, atividade elétrica do coração, temperatura, variabilidade da frequência cardíaca e oxigenação sanguínea. Lançará nos Estados Unidos no final de 2013 e custará $150. 

A segunda ferramenta, Project ScanaFlo, analisa a urina e testa para complicações na gravidez, pré-eclâmpsia, diabetes gestacional, falência dos rins e infecções urinárias. O cartucho descartável será vendido em farmácias. 

Por último, há o Project ScanaFlu. Esse disco testa salivo através de um cartucho descartável que detecta Streptococcus A, Influenza A, B, Adenovírus e RSV. Descobrir doenças respiratórias e gripes logo no início geralmente levam a uma recuperação rápida. 

Todos os dados coletados através destes dispositivos são sincronizados com o aplicativo celular, que oferece um mural pessoal para monitorar sinais vitais e identificar padrões. Levando o “smartfone para a faculdade de medicina,” celulares tornam-se uma ferramenta poderosa para manter as pessoas afinadas com seus corpos. “As pessoas podem acessar informações sobre saúde e se conectarem umas com as outras, mas a peça que está faltando é que elas não conseguem obter informações sobre seus próprios corpos,” diz o fundador da Scanadu. “Colocando diagnósticos precisos ao alcance das mãos das pessoas, os leva a detectar uma condição precocemente.” 

Não sabemos quando essas inovações chegarão ao Brasil mas, quando chegarem, certamente mudarão a forma como as pessoas se cuidam e suas relações com seus médicos. 

Fonte: http://www.scanadu.com/

Comentários

  1. Ótima post, aproveito e pesso para visetarem o site que estou trabalhando nele, ainda não está 100%, porém tem muita matéria legal com receitas caseiras fáceis de fazer.
    www.medicinacaseira.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mitos e verdades sobre a friagem e o golpe de ar

Leva o casaco! O inverno está chegando, e com ele alergias, gripes e outras doenças respiratórias. Essa estação do ano também trás a famigerada friagem, e as mães e avós ficam em polvorosa recomendando casaquinhos e agasalhos. Mas será que o tal golpe de ar, que ocorre quando saímos de um banho quente, quando abrimos a geladeira, quando bate um vento, e em vários outros momentos, realmente faz mal para saúde? É inegável que muitas pessoas associam friagem e golpes de ar à maior incidência de gripes. Afinal, no inverno, gripes e resfriados são sim mais comuns.  Diversos estudos já foram feitos, desde 1950, para avaliar essa correlação e nenhum desses jamais comprovou essa teoria. Eles indicam que a friagem e golpes de ar não têm influência sobre o desenvolvimento de tais doenças, que isso é uma crendice. Na verdade, gripes, resfriados e infecções respiratórias são doenças infecciosas, provocadas por micróbios que se alojam no aparelho respiratório e causam tosses, espirros, cor

A riqueza do conhecimento compartilhado na prática médica moderna

Vamos discorrer sobre termos essenciais para a Gestão do Conhecimento (GC). Derivando definições da área de Informática, podemos afirmar que dado é sequência de símbolos quantificados ou quantificáveis. Portanto, um texto é um dado. De fato, as letras são símbolos quantificados, já que o alfabeto por si só constitui uma base numérica. De forma semelhante, sons e imagens também são dados. A partir do momento em que os dados podem ser organizados de forma lógica e inteligível, podemos chamá-los de informação. Quando a informação pode ser aplicada a qualquer situação em que seja necessária uma tomada de decisão, nós temos o conhecimento. Em outras palavras, conhecimento é a informação útil ou aquela que carrega um propósito. O conhecimento médico sempre foi uma combinação entre arte e ciência, sendo tradicionalmente relegado a pesquisadores a busca pelos avanços e, aos médicos praticantes, a arte de aplicar o conhecimento e se relacionar com o paciente. Entretanto, em nosso tempo,

Malformações Vasculares do Cérebro

1. Introdução As malformações vasculares cerebrais são anomalias na formação dos vasos sanguíneos do cérebro e que podem levar a acidentes vasculares ou epilepsia.  2. Classificação em tipos Os diversos tipos de malformações vasculares cerebrais apresentam diferentes quadros clinicos, ou seja, sintomas e sinais de sua existência, assim como características típicas em exames de imagens, como ressonância magnética cerebral. Devem, portanto, ser analisadas separadamente. A classificação mais usada na literature médica divide as malformações vasculares cerebrais em quatro tipos: • Malformações artério-venosas ou mais conhecidas como MAV. • As malformações cavernosas cerebrais ou cavernomas (ou, também chamados angiomas cavernosos). • As malformações venosas (ou angiomas venosos). • As telangiectasias. 2.1. Malformações artériovenosas cerebrais (MAVs) Embora não seja o tipo mais comum de malformação vascular do cérebro, pode manifestar-se em pacientes jovens, sendo causa