Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

Como lidar de forma saudável com o fim de um relacionamento?

O término de um relacionamento normalmente não é tranquilo para as partes envolvidas, independente da duração dele. Com ele vêm sentimentos de tristeza e desamparo e até mesmo males físicos, causados pelo estresse da situação. Um coração partido pode fazer com que se pare de comer, ou coma-se demais, que se pare de dormir, etc, afetando a saúde e todas as outras áreas da vida (relação com amigos e família, trabalho). Há um luto a ser processado e uma crise de identidade que envolve mudar do nós de volta para o eu . "O luto é um processo doloroso de separação entre um indivíduo   e seu objeto de afeto e idealizado", explica a Dra Andressa Santos, psicóloga de Curitiba . Já de acordo com a Dra Célia Ribeiro , psicóloga de São Paulo, "investimos neste amor tudo que temos de bom e ruim, parte de nós fica no outro. Quando acontece o fim do relacionamento, ficamos sem a parte que investimos no outro. Daí um sofrimento enorme, pois algo (que é nosso) nos falta." U

Vinagre pode salvar vidas

Ao contrário do que podem pensar, esse não será mais um post com dicas de alimentação, mas sim sobre prevenção de câncer de colo de útero . Em alguns lugares do mundo, pacientes com câncer são tratados com medicamentos caros, e em outros lugares, países pobres e em desenvolvimento, muitas pessoas sequer sabem que têm câncer, pois não têm como fazer exames preventivos regulares. Um estudo na Índia está investigando uma solução de baixo custo para lugares onde o exame preventivo, ou papanicolau , não é uma realidade. Por incrível que pareça, esfregar vinagre no colo do útero da paciente tem se mostrado uma solução simples e eficaz. Cada ano, 500,000 casos de câncer são descobertos em todo o mundo e 250,000 terminam em fatalidade. Na Índia, por exemplo, não há programas preventivos de câncer de colo de útero, principalmente porque o papanicolau não é viável. Para fazer o exame preventivo, o ginecologista coleta células do colo do útero e as coloca num corante especial. Esse materia

Uso contínuo de Filtro Solar realmente faz diferença

Uma pesquisa conduzida na Austrália, país onde a exposição intensa ao sol é uma realidade, mostrou que usar filtro solar constantemente é realmente importante para a prevenção do envelhecimento da pele. A pesquisa fez com que 450 pessoas, entre 25 e 55 anos, usassem filtro solar o tempo todo, todos os dias, e outras 450 foram instruídas a continuarem com seus hábitos normais, que incluía o uso de filtro solar, só que esporadicamente. O resultado da pesquisa, que durou 4 anos e meio, foi claro: as pessoas que usaram protetor diariamente estavam com a pele muito mais macia, elástica e resistente, que os 450 que não tomaram o cuidado extra. Há tempos os dermatologistas alertam seus pacientes a usarem protetor solar como medida de prevenção ao envelhecimento da pele, contudo, essa é a primeira vez que uma pesquisa de fato prova que o filtro solar tem efeito direto sobre o aspecto da pele. A Dra Angela Haquim, dermatologista de Curitiba, PR , cadastrada no HelpSaúde, diz: "realmen

Os Perigos escondidos nos Alimentos: Tomate em Lata

Muitos não sabem, mas a cobertura interior usadas nas latas de conserva de alimentos contém Bisfenol A, ou BPA, um estrogênio sintético, que está ligado à causa de doenças das mais variadas: desde problemas reprodutivos até problemas do coração , diabetes e obesidade . A substância é proibida em alguns países e até controlada no Brasil, mas mesmo assim ainda encontramos o Bisfenol A em algumas latas, especialmente as de tomate. Uma única lata de tomate, já pode conter uma quantidade nociva de BPA, que afeta principalmente os jovens. É melhor prevenir do que remediar, não? A solução? Quer comer molho de tomate? Procure as embalagens de vidro, que não contêm Bisfenol A. Não se esqueça de marcar consultas médicas regularmente . Equipe HelpSaúde Fonte: Rodale   DISCLAIMER: Todo e qualquer conteúdo apresentado nas páginas do Blog do HelpSaúde tem caráter estritamente informativo e educacional, e de nenhuma maneira substitui as informações ou apreciações de especialistas