Pular para o conteúdo principal

12 de Maio - Dia do Enfermeiro


ORIGEM DA DATA 

Comemoramos no dia 12 de maio o DIA DO ENFERMEIRO, em referência a Florence Nightingale, nascida em 12 de maio de 1820, em Florença, Itália, onde seus pais britânicos residiam temporariamente. Com a nacionalidade inglesa, Florence Nightingale, estudou em uma instituição protestante na Alemanha.

Voltando a Londres, foi a responsável pela Enfermagem Moderna, a Reforma do Sistema de Saúde e, consequentemente, da Profissão de ENFERMEIRO que conhecemos hoje.

Em Londres foi superintendente de um hospital de caridade e durante a Guerra da Criméia (1854-1856) foi enfermeira-chefe do exercito britânico, em Scutari, na Turquia, onde constatou que a falta de higiene aumentava a taxa de mortalidade dos soldados.

A partir de então, desenvolveu um trabalho de assistência aos feridos, organizando um Hospital de Campanha que cuidou de mais de dois mil feridos e tornou-se conhecido em toda a frente de batalha, reduzindo a taxa de mortalidade no seu hospital militar de 42,7 % para 2,2%.

Voltando a Londres, com seu trabalho reconhecido, passou a lutar pela reforma do sistema militar de saúde e como pioneira na utilização do Modelo Biomédico, baseando-se na medicina praticada pelos médicos.

Educada por seu pai, aprendeu latim, grego, italiano, alemão, história, filosofia e matemática e com esses conhecimentos de matemática, utilizava a estatística para o entendimento de qualquer problema social e introduziu no ramo a utilização de gráficos, para a melhor compreensão de todos, contribuindo para o crescimento da nova ciência da estatística.

Esta extraordinária mulher fundou a Primeira Escola de Enfermagem do mundo, em 1860, no Hospital de St. Thomas, em Londres e publicou 2 livros. Faleceu aos 90 anos de idade.

A ENFERMAGEM

Pode-se dizer que a ENFERMAGEM "é a arte de cuidar", uma ciência voltada especificamente ao ser humano, individualmente, em família ou em comunidade, promovendo, protegendo, reabilitando e recuperando a saúde.
O objetivo da enfermagem é manter o paciente nas melhores condições possíveis.  Os conhecimentos que fundamentam esta profissão são basicamente a filosofia, a ciência e a tecnologia e a ética.

O ENFERMEIRO

No Brasil, é um profissional da área de saúde, de nível superior, preparado para atuar em todas as áreas: assistencial, administrativa e gerencial. Na área educacional, o profissional de enfermagem qualificado pode exercer a função de mestre, preparando os profissionais do futuro.

O Enfermeiro pode optar por especializações, dependendo do seu perfil e afinidade, dentre elas:

Enfermagem Geral: Especialização geral da carreira de enfermagem consiste no trabalho de cuidar dos pacientes dentro do hospital, acompanhando a evolução de suas doenças e realizando procedimentos clínicos.

Enfermagem Geriátrica: Especialização da enfermagem que cuida de idosos, o enfermeiro pode atender em clínicas especializadas, em hospitais ou então trabalhando na casa dos pacientes. Trabalha auxiliando os profissionais de geriatria.

Enfermagem Médico Cirúrgica: Nesta especialização o enfermeiro trabalha preparando os pacientes para cirurgias e também cuidados dos pacientes depois que saem das cirurgias. Trabalha auxiliando os cirurgiões.

Enfermagem Pediátrica: Especialização onde o enfermeiro atua atendendo a crianças nos hospitais. O enfermeiro pediátrico também pode atuar cuidando de recém-nascidos, administrando incubadoras de bebês e orientando os pais quanto a técnicas saudáveis. Trabalha auxiliando os profissionais de pediatria.

Enfermagem de Resgate: É o profissional que trabalha em carros de resgate prestando socorros a vítimas de acidentes, incêndios e todo tipo de fatalidade urbana. Trabalha auxiliando os paramédicos e os bombeiros.

Enfermagem do Trabalho: Atua nas empresas cuidando de funcionários acidentados ou então que tenham sofrido alguma lesão relacionada ao trabalho (L.E.R.) Trabalham também com prevenção, especificando equipamentos de segurança para a diretoria e também para tornar o ambiente de trabalho sempre mais saudável em todos os sentidos.

Ao indagarmos o que é um ENFERMEIRO, a resposta é muito utilizada, simples e genuína: “É gente que cuida de gente”.



Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com.

DISCLAIMER: Todo e qualquer conteúdo apresentado nas páginas do Blog do HelpSaúde tem caráter estritamente informativo e educacional, e de nenhuma maneira substitui as informações ou apreciações de especialistas das respectivas áreas de interesse aqui apresentadas. O conteúdo de posts escritos por prestadores de saúde cadastrados no HelpSaúde são de responsabilidade do autor, logo a HelpSaude Brazil SA, proprietária do Blog (blog.helpsaude.com) e do Site (www.helpsaude.com) se exime de qualquer encargo ou obrigação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A riqueza do conhecimento compartilhado na prática médica moderna

Vamos discorrer sobre termos essenciais para a Gestão do Conhecimento (GC). Derivando definições da área de Informática, podemos afirmar que dado é sequência de símbolos quantificados ou quantificáveis. Portanto, um texto é um dado. De fato, as letras são símbolos quantificados, já que o alfabeto por si só constitui uma base numérica. De forma semelhante, sons e imagens também são dados. A partir do momento em que os dados podem ser organizados de forma lógica e inteligível, podemos chamá-los de informação. Quando a informação pode ser aplicada a qualquer situação em que seja necessária uma tomada de decisão, nós temos o conhecimento. Em outras palavras, conhecimento é a informação útil ou aquela que carrega um propósito. O conhecimento médico sempre foi uma combinação entre arte e ciência, sendo tradicionalmente relegado a pesquisadores a busca pelos avanços e, aos médicos praticantes, a arte de aplicar o conhecimento e se relacionar com o paciente. Entretanto, em nosso tempo,

Mitos e verdades sobre a friagem e o golpe de ar

Leva o casaco! O inverno está chegando, e com ele alergias, gripes e outras doenças respiratórias. Essa estação do ano também trás a famigerada friagem, e as mães e avós ficam em polvorosa recomendando casaquinhos e agasalhos. Mas será que o tal golpe de ar, que ocorre quando saímos de um banho quente, quando abrimos a geladeira, quando bate um vento, e em vários outros momentos, realmente faz mal para saúde? É inegável que muitas pessoas associam friagem e golpes de ar à maior incidência de gripes. Afinal, no inverno, gripes e resfriados são sim mais comuns.  Diversos estudos já foram feitos, desde 1950, para avaliar essa correlação e nenhum desses jamais comprovou essa teoria. Eles indicam que a friagem e golpes de ar não têm influência sobre o desenvolvimento de tais doenças, que isso é uma crendice. Na verdade, gripes, resfriados e infecções respiratórias são doenças infecciosas, provocadas por micróbios que se alojam no aparelho respiratório e causam tosses, espirros, cor

Malformações Vasculares do Cérebro

1. Introdução As malformações vasculares cerebrais são anomalias na formação dos vasos sanguíneos do cérebro e que podem levar a acidentes vasculares ou epilepsia.  2. Classificação em tipos Os diversos tipos de malformações vasculares cerebrais apresentam diferentes quadros clinicos, ou seja, sintomas e sinais de sua existência, assim como características típicas em exames de imagens, como ressonância magnética cerebral. Devem, portanto, ser analisadas separadamente. A classificação mais usada na literature médica divide as malformações vasculares cerebrais em quatro tipos: • Malformações artério-venosas ou mais conhecidas como MAV. • As malformações cavernosas cerebrais ou cavernomas (ou, também chamados angiomas cavernosos). • As malformações venosas (ou angiomas venosos). • As telangiectasias. 2.1. Malformações artériovenosas cerebrais (MAVs) Embora não seja o tipo mais comum de malformação vascular do cérebro, pode manifestar-se em pacientes jovens, sendo causa