quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Dia Nacional de Luta pelos Direitos das Pessoas com Doenças Falciformes - 27 de Outubro

O que é anemia falciforme?

Doença hereditária, a anemia falciforme provoca malformação das hemácias, com isso elas assumem o formato de “foice”, por isso o nome da doença. Com maior ou menor gravidade, essa alteração provoca uma deficiência no transporte de oxigênio no sangue. Os casos mais graves já levam a sintomas na infância e adolescência podendo levar à morte.


Quais os sintomas?

A anemia falciforme apresenta os sintomas clássicos da anemia comum, como fadiga e palidez. Porém, indicadores característicos da doença também são notados, como aumento da viscosidade do sangue, devido ao acúmulo de hemácias comprometidas. Isso pode levar ao surgimento de coágulos, impedindo a passagem do oxigênio, e se ocorrem em músculos provocando crises de dor intensa.

Qual o tratamento?

O único tratamento para a doença é o transplante de medula óssea, embora tenha sido realizado em um pequeno número de pacientes pelo mundo, e taxa de sucesso tenha sido maior em crianças. Clinicamente, ata de uma doença crônica, para o manejo dos sintomas tem utilizado um quimioterápico chamado hidroxiuréia com bons resultados.


Epidemiologia

A doença é comum na África, Europa mediterrânea, Oriente Médio e regiões da Índia. É, então, mais freqüente em indivíduos de origem étnica negra.


Fonte: Editoria HelpSaúde.

Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário