quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Qualidade de Vida

Nunca nos últimos anos a expressão “qualidade de vida” foi tão pronunciada pelos brasileiros como agora. Mais do que isso, a cada dia procura-se entender cada vez mais o que significa esta expressão.

O termo “Qualidade de vida” agrega um conjunto de fatores da vida cotidiana, que juntos proporcionam melhores condições de vida a população.

Fatores como educação de qualidade, empregabilidade, moradia, vida social, saúde e bem estar em geral, integram um conjunto de fatores para uma boa qualidade de vida. Quanto mais fortes e estáveis esses fatores melhor a qualidade de vida de um indivíduo. Ter qualidade de vida é gozar de momentos prazerosos que propiciam aumento da expectativa de vida.

A saúde é fundamental na qualidade de vida? Como ela interfere nesse processo?

Quem nunca se perguntou por que qualidade de vida lembra tanto saúde? Sim, a saúde esta vinculada a qualidade de vida, afinal de contas quem é feliz estando doente? Para ter qualidade de vida é necessário estar feliz e com saúde. A doença é uma manifestação do organismo de que algo não está bem, de que algo precisa ser mudado.

E sendo assim, a preocupação com a saúde esta crescendo cada vez mais entre a população. A mídia divulga todos os dias, itens que proporcionam qualidade de vida e dicas para o bem estar físico e social. Empresas que surgem diariamente com o foco na saúde e bem estar físico estão lotadas e a perspectiva é de que esse movimento pela busca da saúde aumente cada vez mais.
Sabemos que os sentimentos interferem na nossa saúde. Raiva, esgotamento físico e mental, tristeza, angústia, sentimentos de solidão e medo levam ao estresse, este último, diretamente ligado a qualidade de vida.

Buscar o equilíbrio físico e emocional é muito importante. O estresse provoca queda na função imunológica deixando o indivíduo suscetível as doenças oportunistas. Às vezes um simples resfriado se torna um transtorno com suas manifestações, se prorroga muito mais do que o esperado e pode se transformar em algo mais grave devido à impossibilidade auto-imunológica do organismo.

Portanto estar com saúde é fundamental para a qualidade de vida. Sua interferência na qualidade de vida deve ser sempre positiva.

Como podemos ter mais qualidade de vida?

Estar saudável é importante, estar feliz é mais ainda. Buscar o equilíbrio é fundamental.

Mas o que é equilíbrio? E o que deve estar equilibrado?

Bem, vamos começar pelo estado emocional, sentimentos como a raiva, o medo, angústia, etc., devem ser extravasados, guardar estes sentimentos faz muito mal à saúde. Buscar atividades e ações que liberem estas emoções pode ajudar e muito.

Praticar uma atividade física proporciona bem estar porque libera hormônios responsáveis pela euforia e sensação de alegria. Gostar do aspecto físico no espelho melhora a auto-estima e fortalece a boa autocrítica. Então, praticar uma atividade física melhora nossa auto-análise e a forma física também. Ainda proporciona mais disposição para enfrentar o dia a dia.

Claro que isso não basta, é necessário ter uma alimentação adequada, momentos de lazer, etc., a partilha de idéias e emoções também faz parte de uma boa qualidade de vida. Estar com quem se gosta ajuda a melhorar o humor e a disposição física e emocional.

Hoje temos uma infinidade de profissionais que se especializam em proporcionar melhor qualidade de vida melhorando aspectos que podem interferir negativamente no equilíbrio se não estiverem de acordo com a visão de cada indivíduo.

Para praticar uma atividade física, um profissional competente na modalidade é um aliado importante, ele pode programar o que é mais indicado para o seu tipo físico, sua capacidade aeróbica e sua preferência em relação ao exercício, além de evitar lesões e futuros desconfortos que desmotivam e prejudicam os resultados.

Na alimentação, podemos contar com profissionais que se especializam em diversos tipos de alimentação, como a dieta para desportistas, para quem tem problemas de saúde como anemia, para quem quer perder ou ganhar peso. O acompanhamento desses profissionais é essencial para que você não seja vítima do “achismo”, “eu acho que não posso comer isso, posso comer aquilo, acho que minha dieta dará certo pra você”. Dietas malucas e mal programadas podem gerar mal desempenho no dia a dia e também não trazem os resultados esperados, provocando sentimentos de frustração, incapacidade que junto com outros sentimentos do dia a dia vão levar ao estresse.

Para buscar melhor qualidade de vida é importante mudar alguns hábitos prejudiciais. Sair do sedentarismo e adotar uma alimentação adequada é o início do caminho. Procurar ter uma vida organizada também faz parte, viver atrasado não faz bem, portanto organize sua vida, defina prioridades e horários. Reserve um tempo para fazer o que gosta, pode ser leitura, música, dança, massagem, cuidados estéticos, não importa, façam algo pra você. Mude seu estilo de vida.

Procure profissionais capacitados na área. Não tenha receio de investir em métodos alternativos.

O importante é analisar o mercado, comparar as vantagens e verificar todas as opções disponíveis antes de investir. Pense que às vezes o barato sai caro, o bom preço é aquele onde o serviço ofertado tem a mesma qualidade do preço mais alto do mercado. Alguns itens não podem ser feitos coletivamente, como o treino físico, por exemplo, cada indivíduo tem sua capacidade biológica diferente e esta deve ser respeitada. O atendimento personalizado tem ganhado destaque por suas vantagens e melhores resultados. Pesquisas comprovam que mudar de vida e investir em qualidade é mais barato que pagar hospitais, exames e medicações.

Se a capacidade financeira estiver prejudicada, busque as oportunidades na iniciativa pública, hoje os centros voltados para a prevenção e promoção da saúde vêm sendo cada vez mais fortalecidos pelos governos e instituições filantrópicas.

Se de um lado a obrigação do governo em oferecer condições satisfatórias para melhor qualidade de vida tais como, saneamento básico, assistência medico hospitalar de qualidade. Por outro lado cabe a cada um de nós buscarmos o comprometimento com o papel de bom cidadão, como vacinação, higiene pessoal, cuidados com o meio ambiente, entre outros.

Mudança de hábitos e mais qualidade de vida!
Viva feliz!

Fonte: Luciana Passos. COFFITO: RS 5901-F

Fisioterapeuta cadastrada no Help Saúde.


Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário