Pular para o conteúdo principal

Musculação x Emagrecimento Saudável

Muitas pessoas preocupadas em emagrecer acreditam que o condicionamento físico atrapalha o processo de emagrecimento, porque realizam exercícios nos aparelhos de musculação.

Antes de tudo, o que é emagrecimento?

Emagrecimento é o balanço calórico negativo. Ingerir menos calorias do que gastamos. Embora haja uma perda da porcentagem de gordura, há também um aumento da massa magra (massa muscular), podendo não apresentar perda de peso na balança. Mas, saiba que emagrecer saudavelmente não significa necessariamente perder peso e, sim, aumentar a massa magra e diminuir a gordura, que é o que a musculação (ginástica com aparelhos) faz.

Estudos asseguram e a prática comprova que a musculação acelera o metabolismo do seu praticante, favorecendo a queima de gorduras pelo organismo. Com o metabolismo acelerado, você continua queimando a gordura por muito tempo depois dos exercícios físicos.

Você tem medo de aumentar o seu peso com a musculação?

Pois saiba que em longo prazo, a Ginástica com pesos (musculação) é uma das atividades que mais ajuda a emagrecer de forma saudável.

Por tudo isto você pode ver que a musculação é um exercício físico fundamental para se ter saúde / qualidade de vida e uma estética invejável. Raras são as pessoas não habilitadas a fazer musculação, pois esta é um exercício seguro sendo realizada de forma disciplinada com cautela, respeitando os limites do nosso corpo e com acompanhamento de profissionais qualificados, além do que a tecnologia e a ciência desenvolveram equipamentos ergonômicos e com boa biomecânica, tornando-os eficientes, adequáveis e seguros. Na maioria dos casos não existem restrições e sim adequações.

Sem dúvida, o melhor que se tem a fazer é associar os exercícios aeróbios que muitas pessoas acham que servem apenas para perder gordurinhas localizadas, mas o papel mais importante do trabalho aeróbio é o trabalho cardiovascular e respiratório, dieta, musculação e os alongamentos, num programa adequado as suas necessidades, melhoram o seu condicionamento físico geral.

Cada organismo responde de uma forma diferente aos exercícios físicos. Uns respondem rápido, outros demoram mais tempo, mas sempre a resposta é boa. Pessoas que fazem exercícios regularmente são mais saudáveis, bonitas, bem-humoradas, ativas, jovens, atraentes. Além de conseguir manter o peso ideal.

A elaboração de um programa de condicionamento físico é específica a cada um, onde os programas de exercícios deverão ser mudados quando houver necessidade, pois o corpo humano se adapta rapidamente aos novos estímulos e só se modifica quando é estimulado de formas diferentes. Respeite o repouso, para evitar lesões e ter os resultados desejados.

Dormir oito horas é fundamental para repor as energias, fazendo com que você tenha um bom rendimento nos treinos e no seu dia a dia.

Faça uma avaliação clínica médica, antes de iniciar qualquer programa de condicionamento físico, e assim se exercitar com segurança e eficiência.

Fonte: Prof. Cassio Luis Lombardi. CONFEF: SP 000272G

Profissional de Educação Física cadastrado no Help Saúde

Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com.

Comentários

  1. Quando o treinamento realmente é bem feito, todo resultado é bem vindo. O ruim é quando queremos atingir resultados mais rápidos, aí é horrível. Para Ganhar massa muscular ou emagrecer, tem que batalhar, não adianta.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A riqueza do conhecimento compartilhado na prática médica moderna

Vamos discorrer sobre termos essenciais para a Gestão do Conhecimento (GC). Derivando definições da área de Informática, podemos afirmar que dado é sequência de símbolos quantificados ou quantificáveis. Portanto, um texto é um dado. De fato, as letras são símbolos quantificados, já que o alfabeto por si só constitui uma base numérica. De forma semelhante, sons e imagens também são dados. A partir do momento em que os dados podem ser organizados de forma lógica e inteligível, podemos chamá-los de informação. Quando a informação pode ser aplicada a qualquer situação em que seja necessária uma tomada de decisão, nós temos o conhecimento. Em outras palavras, conhecimento é a informação útil ou aquela que carrega um propósito. O conhecimento médico sempre foi uma combinação entre arte e ciência, sendo tradicionalmente relegado a pesquisadores a busca pelos avanços e, aos médicos praticantes, a arte de aplicar o conhecimento e se relacionar com o paciente. Entretanto, em nosso tempo,

Mitos e verdades sobre a friagem e o golpe de ar

Leva o casaco! O inverno está chegando, e com ele alergias, gripes e outras doenças respiratórias. Essa estação do ano também trás a famigerada friagem, e as mães e avós ficam em polvorosa recomendando casaquinhos e agasalhos. Mas será que o tal golpe de ar, que ocorre quando saímos de um banho quente, quando abrimos a geladeira, quando bate um vento, e em vários outros momentos, realmente faz mal para saúde? É inegável que muitas pessoas associam friagem e golpes de ar à maior incidência de gripes. Afinal, no inverno, gripes e resfriados são sim mais comuns.  Diversos estudos já foram feitos, desde 1950, para avaliar essa correlação e nenhum desses jamais comprovou essa teoria. Eles indicam que a friagem e golpes de ar não têm influência sobre o desenvolvimento de tais doenças, que isso é uma crendice. Na verdade, gripes, resfriados e infecções respiratórias são doenças infecciosas, provocadas por micróbios que se alojam no aparelho respiratório e causam tosses, espirros, cor

Malformações Vasculares do Cérebro

1. Introdução As malformações vasculares cerebrais são anomalias na formação dos vasos sanguíneos do cérebro e que podem levar a acidentes vasculares ou epilepsia.  2. Classificação em tipos Os diversos tipos de malformações vasculares cerebrais apresentam diferentes quadros clinicos, ou seja, sintomas e sinais de sua existência, assim como características típicas em exames de imagens, como ressonância magnética cerebral. Devem, portanto, ser analisadas separadamente. A classificação mais usada na literature médica divide as malformações vasculares cerebrais em quatro tipos: • Malformações artério-venosas ou mais conhecidas como MAV. • As malformações cavernosas cerebrais ou cavernomas (ou, também chamados angiomas cavernosos). • As malformações venosas (ou angiomas venosos). • As telangiectasias. 2.1. Malformações artériovenosas cerebrais (MAVs) Embora não seja o tipo mais comum de malformação vascular do cérebro, pode manifestar-se em pacientes jovens, sendo causa