sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Dia Nacional de Combate ao Câncer - 27 de novembro

A data foi criada em 1988 com o objetivo de chamar a atenção da população para a doença, para que se informem sobre o tratamento, e principalmente, sobre como prevenir.

Casos mais graves e estatísticas

O câncer de pulmão é o mais grave, e o mais fácil de ser encontrado. Nas últimas décadas, foram registrados aumentos no números de casos, sendo de 57% nos homens e 134% nas mulheres, já que no caso delas, muitas são fumantes passivas. Esse tipo de câncer costuma levar à morte devido ao tratamento mais difícil.

No Brasil, o câncer de mama atinge 35 mil mulheres todos os anos, principalmente em quem já teve casos na família. A partir dos 20 anos, é importante realizar o autoexame, e a partir dos 35 anos, fazer o exame de mamografia anualmente.

Também nas mulheres ocorre o câncer de colo de útero, que causa a morte de 4 mil mulheres todos os anos. É causado pelo vírus papiloma humano o HPV, que é adquirido em relações sexuais.

Ultimamente muito se tem falado sobre uma doença chamada Linfoma, principalmente na mídia com o caso do ator Reynaldo Gianecchini. Assista ao vídeo, produzido pela ABRALE. O Linfoma é um tipo de câncer que afeta as células do sangue e é mais comum a aparição dele em homens do que em mulheres (na proporção de 3 homens para 2 mulheres).

E nos homens, a doença se manifesta na próstata, mas é facilmente diagnosticada. A partir dos 40 anos, o homem precisa fazer o exame, e por preconceito, muitos não fazem, levando a um diagnóstico tardio da doença. Por fim, a pele também é vítima do câncer, apresentando em média 100 mil novos casos a cada ano. O carcinoma responde por 90% dos casos, e o melanoma é o mais agressivo, podendo levar a morte.

Fonte: Editoria HelpSaúde.
Quer fazer parte do nosso blog? Envie um artigo para artigos@helpsaude.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário